Volta por cima

terça-feira, 28 de junho de 2016
por Jornal A Voz da Serra
Volta por cima

NO MESMO instante que são divulgados indicadores da atividade industrial do país revelando maior dinamismo e aumentando a confiança do empresariado frente à crise econômica do país, Nova Friburgo se prepara para abrir as portas da indústria de moda íntima no maior evento brasileiro do setor — a Fevest Festival, a ser realizada de 6 a 10 de julho. Produtividade e qualidade juntam-se para expor o que há de melhor do setor têxtil friburguense, representando uma poderosa força de negócios e empregos em toda a região.

A GRANDE cadeia produtiva da moda íntima estará à mostra no grande encontro de negócios, dando à feira o suporte necessário para a consolidação das vendas das empresas. O parque industrial friburguense é de alta qualidade e oferece produtos com especificações técnicas utilizadas largamente, oferecendo assim um padrão que responde às exigências dos consumidores.

DURANTE cinco dias, este importante setor terá oportunidade de mostrar a milhares de compradores e com a expectativa de boas vendas porque a micro e pequena empresa prosperaram utilizando a cadeia produtiva têxtil e se consagraram como uma força expressiva na economia do país. Nova Friburgo soube aproveitar muito bem o momento, está conseguindo transformar a crise em solução. 

EMBORA NÃO se tenha números oficiais sobre o peso da indústria têxtil (formal e informal) na economia do município, as indústrias formalmente estabelecidas representam uma fatia respeitável. Promover a economia municipal com eventos dessa natureza vem reforçar a presença da moda íntima friburguense, a sua excelente qualidade comercializada o ano inteiro e a manutenção de um parque fabril em constante modernização e crescimento.

NUM ANO eleitoral, a Fevest Festival representa a síntese do empreendedorismo friburguense e os candidatos certamente assistirão aos desfiles e passearão entre os estandes. Porém, mais que o glamour da festa, é preciso ter os olhos atentos à informalidade daqueles que não estão lá. Se o município quer crescer como precisa, não pode deixar à margem da legalidade esta grande fatia da nossa economia.

PROMOVER o desenvolvimento industrial é tarefa do governante sintonizado com a realidade mundial. Nova Friburgo, por suas qualidades, como a moda íntima, oferece condições para tal. Porém, é preciso cada vez mais investir em infraestrutura, tornando a cidade atraente a novos empreendimentos que certamente irão gerar mais negócios e empregos. 

 

TAGS: moda íntima