Vigilante tecnológico

quarta-feira, 26 de agosto de 2015
por Jornal A Voz da Serra

NOVA FRIBURGO está incluída no rol das cidades que monitoram o fluxo de pessoas e o movimento do trânsito com o uso de câmeras. Recentemente instaladas pelo governo municipal, com a criação do programa de monitoramento Cidade Inteligente, implantado pela Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissionalizante, as mesmas têm prestado um bom serviço à comunidade, vigilantes e atentas ao que ocorre nas vias públicas.   

NÃO EXISTEM fronteiras nem barreiras para o mal. Os assaltos estão aí para provar a vulnerabilidade do cidadão e das empresas, que ficam à mercê da violência que tomou conta do país. Nova Friburgo não foge à regra e também sofre do mal das grandes cidades. Assaltos a uma residência, uma loja, um banco ou a um supermercado já não surpreendem mais pela ousadia.

A MÍDIA TEM noticiado com frequência assaltos de diversas maneiras, que são captados por sistemas fechados de televisão, que, ainda bem, cobrem muitos prédios, lojas e residências. São eles os guardiões tecnológicos que a sociedade busca para se proteger. É a vez da segurança eletrônica, que ajuda a polícia a identificar e, muitas vezes, prender os bandidos.

CADA VEZ mais as pessoas buscam na segurança eletrônica uma forma de se proteger que vai além da ronda policial. A segurança pública não é mais privilégio do Estado. O cidadão, hoje em dia, busca novas alternativas para suprir a carência de quem é pago para nos proteger. E guarda sua vida da melhor maneira possível, buscando novos recursos disponíveis em lojas especializadas em todo o país.

ATÉ MESMO as autoridades governamentais admitem a eficiência dos sistemas de segurança eletrônica e buscam modernizar a vigilância nas cidades com a aquisição de tais aparelhos. Em Nova Friburgo, felizmente a ideia chegou e está conseguindo fazer a vigilância como convém. O resultado esperado é a diminuição de assaltos, roubos vandalismo e furtos, sem falar na impunidade do trânsito.

MAIS QUE um sofisticado aparelho, de custo às vezes elevado, os equipamentos de vigilância oferecem o que há de melhor na segurança pública e muitos governos já o adotam em larga escala. É mais barato cuidar da segurança com equipamentos que deslocar um elemento para tal função, com todos os riscos inerentes ao trabalho. 

A TECNOLOGIA está cada vez mais acessível à população. Embora não saibamos o seu enorme potencial, trata-se de um avanço sensível que pode modificar diversos conceitos em uso atualmente. Ainda que as inovações sejam polêmicas com o uso de aplicativos como o Uber, o WhatsApp e outros, devemos nos preparar para o futuro considerando estas novas ferramentas na vida moderna.

O GOVERNO municipal sensibilizou-se para utilizar estes  recursos. A cidade, com o seu crescimento, já não pode  abrir mão desse aparato tecnológico de sucesso comprovado. A segurança hoje não pode ser feita tão somente pelo contingente policial. As câmeras e outros equipamentos são indispensáveis ao melhor cumprimento das funções e os benefícios são evidentes. Quem ganha é a população.

 

TAGS: