Uma festa para comemorar 100 anos de futebol

Nem o forte calor impediu que dezenas de ilustres convidados comparecessem à nova sede social do Nova Friburgo Futebol Clube
terça-feira, 13 de dezembro de 2016
por Jornal A Voz da Serra
(Fotos da matéria: Juliana Tostes)
(Fotos da matéria: Juliana Tostes)

Nem o forte calor, sob o sol escaldante da manhã do último domingo, 11, impediu que dezenas de ilustres convidados comparecessem, às 10h, à nova sede social do Nova Friburgo Futebol Clube, onde foram recebidos pelos presidentes e diretores. Amigos e atletas dos tradicionais clubes de futebol friburguenses comemoraram a fundação do Esperança Futebol Clube (1915) que fundiu com o Friburgo Futebol Clube dando origem ao Nova Friburgo Futebol Clube. As novas instalações ficam na Rua José Eugênio Müller, 75, Centro.

A cerimônia teve início com o pedido de um minuto de silêncio, pelos dirigentes do clube em homenagem aos dirigentes e atletas do clube já falecidos, assim como os mortos na tragédia recente com o avião da Chapecoense na Colômbia, antes da distribuição dos 125 certificados alusivos ao feito. A banda Campesina Friburguense, regida pelo maestro José Antônio Miranda Barroso, brindou os convidados com uma emocionante apresentação iniciada pela execução do Toque de Silêncio (ao som do trompete), também em homenagem à memória dos fundadores, dirigentes e atletas, além de uma  homenagem especial aos jogadores e dirigentes da Chapecoense, quando todos os presentes fizeram um emocionado minuto de silêncio pelo time catarinense.

A solenidade transcorreu em meio a confraternização de cerca de 200 pessoas, que se emocionaram com o hino de Nova Friburgo e o repertório de alto nível em homenagem à memória dos apoiadores e incentivadores do clube. Na ocasião, foi inaugurada uma placa em comemoração aos 100 anos da fundação do Esperança, ao lado da placa já existente do Nova Friburgo. A banda  Campesina tem uma longa história de parceria com o clube, que remonta à sua fundação, graças ao maestro Joaquim Naegele, que também foi técnico do Esperança. A banda foi regida pelo maestro José Antônio Miranda Barroso, que brindou os convidados com uma emocionante apresentação.

TAGS: