Stam completa 48 anos como referência nacional no setor

Fábrica que nasceu em uma garagem hoje emprega cerca de 1.200 colaboradores e possui uma capacidade produtiva de 130 mil peças por dia
sexta-feira, 01 de março de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Em Nova Friburgo, fábrica avança na automatização dos processos (Divulgação)
Em Nova Friburgo, fábrica avança na automatização dos processos (Divulgação)

A Stam Metalúrgica, considerada uma das mais tradicionais e conceituadas fabricantes de fechaduras e cadeados do Brasil, comemora na próxima sexta-feira, 1º de março, 48 anos de atuação. Referência na metalurgia, a Stam nasceu em uma garagem pelas mãos do seu fundador Francisco Faria (foto). Mal sabia ele que, depois de quase meio século, sua fé, vontade, dedicação e perseverança resultariam na marca líder no segmento, que emprega cerca de 1.200 colaboradores e possui uma capacidade produtiva de 130 mil itens por dia.

Ao longo da sua história, a Stam sempre ocupou um lugar de destaque no setor por investir em processos e tecnologias inovadoras com o objetivo de agregar qualidade e segurança aos seus produtos. Comprometida com a excelência e eficiência na produção, seu parque industrial é alvo de aperfeiçoamentos constantes. Desde a sua criação, na década de 1980, em Nova Friburgo, a unidade fabril avança na automatização dos processos industriais visando, entre outros, ao aumento do padrão dos seus produtos e a segurança dos seus colaboradores. Além disso, a Stam mantém políticas e programas voltados para a preservação do meio ambiente e dos recursos naturais.

A empresa investiu na aquisição de tecnologias que permitem a descontaminação de metais pesados da água. Uma das técnicas permite reaproveitar toda a água da produção, gerando uma economia de até 60 milhões de litros, o que equivale a cerca de 6 mil famílias com quatro pessoas. Seu projeto de reuso de água na galvanoplastia e vibroacabamento com utilização de resinas de troca iônica foi premiado pela Firjan. A empresa também implantou painéis solares de células fotovoltaicas que, além de gerar maior eficiência energética, não têm impacto ambiental.  

Pelos avanços que marcam a história da Stam, aliados às transformações do mercado, seus colaboradores cultivam o orgulho de fazerem parte de uma empresa com raízes fincadas na capacitação, desenvolvimento e gestão. Frederico Ker, carinhosamente chamado de Sr. Fred, é um exemplo dessa cultura. Supervisor de produção, Ker é o colaborador mais antigo da companhia e se emociona ao relatar a sua experiência. “Quando olho para trás, eu me surpreendo: eram máquinas simples, o nosso trabalho era manual e hoje evoluímos, investimos em qualidade e crescemos de uma forma que eu nunca poderia imaginar”, afirma.

Ao completar 48 anos, a Stam reafirma a sua crença no desenvolvimento de ações voltadas para o fortalecimento do seu propósito, que é oferecer produtos de qualidade que garantam a segurança dos seus clientes.

TAGS: