Reinaugurada há um ano, Praça das Colônias ainda não tem licença dos bombeiros

Prefeitura contratou este mês empresa para elaboração do projeto de segurança
quinta-feira, 01 de agosto de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
A Praça das Colônias durate o hasteamento das bandeiras pelo Agosto Suíço (Foto: Henrique Pinheiro)
A Praça das Colônias durate o hasteamento das bandeiras pelo Agosto Suíço (Foto: Henrique Pinheiro)

O hasteamento das bandeiras em celebração pelo Dia Nacional da Suíça foi realizado nesta quinta-feira, 1º, com os portões da Praça das Colônias fechados. Um ano após a reinauguração, o espaço cultural no Suspiro ainda não recebeu a licença do Corpo de Bombeiros para funcionamento. A Prefeitura de Nova Friburgo informou que contratou, este mês, uma empresa para elaboração e execução do Projeto de Segurança Contra Incêndio e Pânico (PSCIP), necessário à liberação do Certificado de Aprovação (CA) dos bombeiros. 

Em linhas gerais, o PSCIP estabelece medidas de segurança contra incêndio e pânico para edificações de uso coletivo. O serviço será realizado pela empresa Redantec Braga Extintores, Projetos e Instalações, que venceu o pregão presencial por R$ 12.500, conforme divulgado no Diário Oficial do município, em A VOZ DA SERRA, na última terça-feira, 30 de julho. Após a execução do projeto, os bombeiros farão vistoria técnica no local para concessão da licença. 

Durante a solenidade em frente à Praça das Colônias nesta quinta-feira, o secretário municipal de Cultura, Mário José Bastos Jorge, o Marinho, falou sobre a contratação da empresa para realização do projeto de segurança. “Estamos caminhando, passo a passo, com segurança, responsabilidade e probidade dos nossos atos. Em breve esse espaço estará entregue com total segurança e qualidade de utilização”, afirmou. 

A Praça das Colônias foi reinaugurada pelo prefeito Renato Bravo em julho do ano passado e, mesmo sem a licença dos bombeiros, recebeu pequenos e esporádicos eventos, como a celebração do Dia Nacional da Consciência Negra pela Colônia Pan-Africana em novembro passado, e a reabertura da sala dedicada à cultura e história suíça, em fevereiro deste ano. A nova gestão da Associação das Colônias de Nova Friburgo (Ascofri) quer agora aguardar o aval dos bombeiros para abertura do espaço ao público. 

Festival cancelado 

“De toda a programação do Agosto Suíço, o único evento que tivemos que cancelar foi o Festival Gastronômico, já que a Praça das Colônias ainda não conta com as autorizações necessárias para poder funcionar plenamente. Pedimos a atenção das autoridades para que possamos resgatar esse espaço tão importante para as colônias e a cultura friburguense”, comentou o presidente da Colônia Suíça e vice-presidente da Ascofri, Geraldo Thurler. 

O novo presidente da associação, Marco Gastin, disse que solicitou ao Corpo de Bombeiros de Nova Friburgo orientações quanto a utilização adequada do espaço, enquanto a licença não sai. “Encaminhamos um ofício ao 6º GBM para saber de que modo podemos utilizar o local com segurança”, afirmou ele, que assumiu o cargo em junho. 

Obras retomadas várias vezes

A Praça das Colônias permaneceu fechada por sete anos, após ser atingida pelo deslizamento de uma encosta na tragédia climática de 2011. Obras de reformas e ampliação foram iniciadas em 2015, mas paralisadas e reiniciadas diversas vezes devido a atraso e suspensão dos repasses das verbas. O local foi reinaugurado  com dez salas destinadas aos povos colonizadores (Alemanha, Áustria, Pan-Africana, Espanha, Hungria, Itália, Japão, Líbano, Portugal e Suíça), uma área de alimentação, nova cobertura, cozinha e banheiros. O local também recebeu um projeto paisagístico no seu entorno.

 

TAGS: obra