Prestigiar as pequenas

quinta-feira, 06 de agosto de 2015
por Jornal A Voz da Serra

O SERVIÇO BRASILEIRO de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) lançou nesta quarta-feira o Movimento Compre do Pequeno Negócio, uma ação de estímulo ao consumo de produtos e serviços de empreendimentos de pequeno porte. A iniciativa será composta de uma série de atividades de divulgação e uma grande mobilização no dia 5 de outubro. A campanha pretende mostrar a importância das pequenas empresas para a economia e a geração de empregos no país, de modo a sensibilizar os consumidores.

O OBJETIVO DO SEBRAE é fazer com que essas empresas possam criar em relação aos consumidores brasileiros um movimento que permita agregar atributos. Os micro e pequenos negócios — cerca de 10 milhões — representam cerca de 95% das empresas brasileiras e respondem por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) e por 52% dos empregos com carteira assinada, 17 milhões de pessoas.

DADOS DO MINISTÉRIO do Trabalho também reforçam o expressivo percentual. As MPE mostram resistência durante a recente crise econômica mundial e seguram o emprego no país. E continuam assim. Embora com a redução depostos de trabalho, as micros ainda empregam e mantêm os postos principalmente aquelas com até 19 trabalhadores.

O MERCADO INTERNO brasileiro responde à crise aquecendo a economia e expandindo-a em muitos casos. Nova Friburgo se encaixa neste contexto, pois sua economia está calçada nas micro e pequenas empresas e os resultados até agora têm sido bem-sucedidos.       

ALÉM DA FALTA de dinheiro mundial, os efeitos das altas taxas de juros continuam prejudicando a sociedade produtiva organizada e afastando ainda mais a economia informal de sua ampla reestruturação. A queda na produção industrial este ano, conforme verificado na comparação com anos anteriores, é indicativo de que a crise econômica não está debelada.

PORÉM, é louvável o esforço das MPE para continuar a garantir ritmo econômico no Brasil. Responsável por grande parcela da população ativa, as empresas nacionais mostram que o esforço vale a pena, superando assim a descrença de muitos quanto ao desempenho brasileiro. É a grande resposta das pequenas empresas ao desafio que ora enfrentamos.

 

TAGS: microempresa | micro e pequenas empresas | friburgo