Prefeito Renato Bravo muda comando da Ouvidoria municipal

Nova titular é Samantha Alves, ex-subsecretária de Esportes. Girlan Guilland vai para o Departamento de Projetos Especiais da Secretaria de Cultura
terça-feira, 24 de julho de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Samantha Alves, a nova ouvidora (Foto: João Luccas Oliveira)
Samantha Alves, a nova ouvidora (Foto: João Luccas Oliveira)

O prefeito de Nova Friburgo, Renato Bravo, mudou o comando da Ouvidoria municipal. O cargo é ocupado desde esta segunda-feira, 23, por Samantha Alves, que era subsecretária de Esportes desde o início do governo. Ela substituiu o jornalista Girlan Guilland, que foi remanejado para o Departamento de Projetos Especiais da Secretaria de Cultura. A prefeitura ainda não definiu o novo subsecretário de Esportes.

“A Ouvidoria já realiza um trabalho muito consolidado na cidade. Quero agora reforçar a ponte entre o órgão e os secretários para que tenhamos respostas mais rápidas e consistentes às demandas da população”, declarou a nova ouvidora, que tem 43 anos e é fisioterapeuta de formação e também atuou como corretora de imóveis.

Já Girlan vai para a Cultura trabalhar em projetos especiais. Ele vai também fazer a interface do governo com a Associação das Colônias de Nova Friburgo (Ascofri), depois que a Praça das Colônias, no Suspiro, foi reinaugurada no último sábado, 21. “Vou trabalhar junto com meu amigo Mário Jorge, secretário municipal de Cultura, em projetos de fortalecimento desse importante patrimônio cultural da cidade”, disse o jornalista.  

Girlan (foto) esteve à frente da Ouvidoria desde janeiro do ano passado e fez relevantes mudanças no órgão. A principal delas foi a transferência da Ouvidoria de um corredor na Procuradoria para a antiga Rodoviária Leopoldina, ao lado da prefeitura, onde a população passou a ter acesso mais fácil ao atendimento a partir de maio de 2017.

A Ouvidoria do Sistema Único de Saúde (SUS), que antes funcionava na Secretaria Municipal de Saúde, no antigo prédio da Oi, também foi transferida para o novo espaço da Ouvidoria municipal, o que concentrou o atendimento em um único lugar. Cerca de 30 pessoas passam por lá todos os dias com as mais variadas demandas e reclamações, que são encaminhadas por quatro funcionários e o ouvidor.

“A maioria das demandas se referem à saúde e à mobilidade urbana. Nos últimos meses, a Ouvidoria também recebeu muitos pedidos quanto à iluminação pública no período em que o município ficou sem empresa de manutenção nos postes”, detalhou.

De acordo com Girlan, o maior legado do período em que chefiou no setor foi a  implantação de uma cultura de acolhimento na Ouvidoria, em vez de atendimento. “O serviço público não é fácil, mas conseguimos montar uma equipe muito coesa e dedicada que atende a população com muito carinho. As pessoas chegam lá desorientadas e saem sabendo como devem proceder”, comentou Girlan.  

A Ouvidoria municipal funciona de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 17h30, na Avenida Alberto Braune, 223, e também uma plataforma online através do Portal da Transparência da prefeitura (transparencia.pmnf.rj.gov.br), no ícone Sistema de Informação ao Cidadão, o e-SIC. Outras informações pelo telefone (22) 2525-9244 ou ouvidoria@pmnf.rj.gov.br.

TAGS: