Prefeito Renato Bravo cria comitê de crise para enfrentar greve

Aulas nas escolas municipais estão suspensas. Reserva de combustível será destinada para o setor da saúde
segunda-feira, 28 de maio de 2018
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Alunos de escolas municipais estão sem aulas
Alunos de escolas municipais estão sem aulas

 

Em reunião na manhã desta seguda-feira, 28, o prefeito de Nova Friburgo, Renato Bravo, criou um comitê de crise, composto também pelas secretarias de Saúde, Educação, Obras, Ordem e Mobilidade Urbana, Serviços Públicos, Governo, Agricultura, Defesa Civil, Recursos Humanos e Comunicação Social.

De acordo com informação divulgada pelo Executivo friburguense nesta manhã, a reserva de combustível da prefeitura vai conseguir atender às demandas emergenciais. Ainda segundo a prefeitura, os caminhões que chegarem à cidade poderão realizar a carga e descarga fora do horário permitido, até que a situação se normalize.Abaixo, a nota completa da prefeitura com as primeiras decisões do comitê da crise:

Educação

Tendo em vista a manutenção da greve dos caminhoneiros, com a conseqüente dificuldade de servidores e alunos chegarem às unidades por conta da falta de combustível, tanto em relação à concessionária de transporte público, à empresa terceirizada de transporte escolar, e da escassez da merenda, sem previsão de normalização da entrega, a Secretaria de Educação informa que as aulas estão suspensas em todas as unidades nesta terça-feira, 29. Sobre quarta-feira, passaremos as orientações nesta terça, 29.

Saúde

O Hospital Municipal Raul Sertã, Hospital Maternidade e Unidades Básicas de Saúde estão funcionando normalmente. Apenas as cirurgias eletivas (agendadas) foram suspensas de forma a dar prioridade aos procedimentos de urgência e emergência. A hemodiálise está funcionando com sessão reduzida, de quatro para três horas, sem prejudicar os pacientes.

Também já foi determinado que a prefeitura vai viabilizar o transporte de profissionais da área de saúde, considerados imprescindíveis para o bom andamento do setor, como médicos e enfermeiros, por exemplo que estejam com dificuldade de deslocamento em função da paralisação dos caminhoneiros.

Vale destacar que todo o combustível disponível na prefeitura segue como prioridade para atender ao setor de saúde do município.

Ordem e Mobilidade Urbana

Visando a facilitar o abastecimento da cidade, o horário de carga e descarga de produtos foi liberado pela prefeitura e poderá ser feito a qualquer hora do dia. Desta forma, os caminhoneiros que conseguirem chegar à Nova Friburgo terão livre acesso para realizar o trabalho. A medida vale até que a situação se normalize.

Na tarde desta seguna, 28, o comitê de crise vai fazer uma nova reunião e as atualizações serão repassadas no fim do dia.

 

TAGS: Crise | caminhoneiros