Praça Dermeval ainda mais descaracterizada pelo vandalismo e a ocupação indevida

Outrora típico dos grandes centros urbanos, problema é cada vez mais comum na tradicional praça
terça-feira, 11 de agosto de 2015
por Jornal A Voz da Serra
As pichações estão presentes por toda a cidade e não pouparam a Praça Dermeval
As pichações estão presentes por toda a cidade e não pouparam a Praça Dermeval

Ponto de referência para moradores e turistas que visitam Nova Friburgo, a Praça Dermeval Barbosa Moreira está ainda mais descaracterizada pelos atos de vandalismo e a presença constante de desocupados. A redação de A VOZ DA SERRA tem recebido queixas sobre o problema, outrora típico dos grandes centros e cada vez mais comum na tradicional praça, cujos bancos e jardins têm servido de ponto de encontro e de dormitório para moradores de rua e pessoas alcoolizadas.

A utilização da praça como pista de skate é outro fato criticado pela comunidade. Além de tomar conta de um espaço destinado aos pedestres e frequentadores, os skatistas fazem manobras arriscadas em meio aos transeuntes e estão danificando o bem público. Relatos encaminhados ao jornal dão conta que no entorno do chafariz e do Centro de Turismo é possível ver danos provocados pela prática.

Outros itens que vêm descaracterizando a praça são a sujeira no lago do chafariz, há anos sem funcionar devido a problemas na bomba d’água, a demora na restauração das estátuas das quatro estações e a falta de conservação dos jardins. Em alguns canteiros, inclusive, é possível ver restos de papelão, de latas e garrafas pet jogados.

Operação iniciada em junho passado não coibiu problema

Vale lembrar que, em junho passado, as secretarias de Políticas sobre Drogas, Assistência Social, Saúde e de Ordem e Mobilidade Urbana, iniciaram ação junto a moradores de rua. A operação contou com a presença e apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar, através do 11º Batalhão. As equipes trabalharam na Praça Getúlio Vargas fazendo o convencimento dessas pessoas — homens e mulheres — para tratamento de dependência química, retorno para as cidades de origem e para o seio familiar.

Na ocasião, a subsecretaria de Comunicação Social divulgou comunicado informando que a operação teria continuidade diária, através de equipes do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), e uma vez por semana com as demais secretarias envolvidas. O informe também destacava que outros locais da cidade seriam visitados mediante monitoramento. Isso, entretanto, não coibiu a presença habitual do grupo de desocupados e moradores de rua na Dermeval. O fato tem deixado alguns frequentadores temerosos, conforme as reclamações encaminhadas ao AVS.

Ainda de acordo com as informações divulgadas pela subsecretaria, a população friburguense pode colaborar com a Prefeitura no combate ao problema. Dados sobre a presença de moradores de rua e pessoas em situação de vulnerabilidade social podem ser passados para o Creas  ou Secretaria de Política sobre Drogas, pelos telefones (22) 2543-6305 e (22) 2543-6303, respectivamente.

  • Outrora referência da praça, o lago está há anos sem funcionar

    Outrora referência da praça, o lago está há anos sem funcionar

  • O tradicional espaço tem servido de dormitório para moradores de rua

    O tradicional espaço tem servido de dormitório para moradores de rua

  • Em canteiros é possível ver as marcas da ocupação indevida

    Em canteiros é possível ver as marcas da ocupação indevida

TAGS: Mendigos | praça dermeval | vandalismo