Postos de saúde de Friburgo retomam vacinação contra gripe

Ao todo chegaram 4.200 doses que, segundo a secretaria, serão suficientes para o município imunizar público-alvo
segunda-feira, 03 de junho de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Postos de saúde de Friburgo retomam vacinação contra gripe

A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Friburgo retomou a vacinação contra a gripe nesta terça-feira, 4. A imunização estava suspensa desde a última quinta-feira, 30, quando as doses acabaram nos postos de saúde do município.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, uma equipe da prefeitura viajou nesta segunda, 3, ao Rio de Janeiro, para buscar uma nova remessa de doses contra a influenza. Ao todo, chegaram 4.200 doses que, segundo a secretaria, serão suficientes para o município atingir a meta. O município recebe a quantidade que é liberada pelo estado, que monitora o estoque e avalia quantas vacinas serão encaminhadas. Na última semana, a procura teve um salto por causa do registro de uma morte por H1N1 na cidade, o que fez os estoques zerarem antes do previsto. Mas toda vacinação já está normalizada, informou a secretaria.

Uma falha na distribuição das vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde para Nova Friburgo e outras cidades fluminenses provocou esse desabastecimento temporário.

A vacinação foi prorrogada em todo o Brasil até 15 de junho, para tentar atingir a meta de imunização, que é de 90% do público-alvo. Diferentemente da orientação do Ministério da Saúde, que estendeu a imunização para toda a população, o estado do Rio continuará vacinando apenas o público-alvo da campanha, já que as metas ainda não foram alcançadas.

Quem é o público-alvo

Crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, idosos, gestantes e mães com até 45 dias após o parto, jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independentemente da idade. A vacina também é indicada para professores das escolas públicas e privadas, além de policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

Casos já registrados

De acordo com os números já divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, sete pessoas contraíram a gripe em Nova Friburgo. Já no estado do Rio de Janeiro, a Secretaria Estadual de Saúde registrou, este ano, 77 casos da doença, com 18 óbitos. No ano passado, foram 30 mortes.

Em Nova Friburgo, sete casos de gripe H1N1 foram confirmados este ano e outros 23 foram notificados e estão sendo investigados. Um paciente, de 65 anos, que não havia se vacinado, morreu.

Os tipos de vírus causadores

Infecção viral respiratória aguda, a gripe pode levar o paciente à morte. A doença afeta pessoas em qualquer idade, sendo facilmente transmitida através da tosse, espirro e contato próximo com uma pessoa ou superfície contaminada. A hospitalização e o óbito podem ocorrer principalmente entre os grupos de alto risco – que são crianças menores de 5 anos, gestantes, portadores de doenças crônicas e idosos.

A gripe pode ser causada por quatro tipos do vírus influenza: H1N1 e H3N2, Yamagata e Victoria. Como esses vírus estão em constante mudança de um ano para outro, novas vacinas precisam ser produzidas anualmente e, por isso, é importante se vacinar contra a gripe todos os anos, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Onde se vacinar

Assim que o estoque chegar e a campanha for retomada, as doses da vacina contra a gripe será oferecida nos postos de saúde Sylvio Henrique Braune, no Suspiro; Tunney Kassuga, em Olaria; e Waldir Costa, em Conselheiro Paulino, de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h30. Já a Unidade Básica de Saúde José Copertino Nogueira, em São Geraldo, também imuniza a população todas as terças e quintas-feiras, das 9h às 16h.

 

TAGS: saúde | vacina