Planetário tem sessão especial nesta sexta para observação de eclipse lunar

Fenômeno será o mais longo do século, com mais de uma hora e meia de fase total
sexta-feira, 27 de julho de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto: National Geographic
Foto: National Geographic

O Planetário de Nova Friburgo estará aberto no fim da tarde desta sexta-feira, 27, com telescópios e equipamentos adequados para a observação, a partir das 18h, da parte final do eclipse lunar mais longo do século.

O fenômeno está previsto para começar às 16h30, mas o eclipse total deve durar cerca de uma hora e meia, segundo o Observatório Nacional. O eclipse terá, no total, 1h42 de fase total e quase 4 horas de parcial.

É o último eclipse total da Lua que poderá ser observado do Brasil este ano: o próximo está previsto para janeiro de 2019.  Nesse tipo de evento,  Sol, Terra e Lua se alinham,  e o planeta projeta sua sombra no satélite. Assim, a Lua fica escura.

Quando o fenômeno começar, às 16h30, a Lua ainda não terá nascido no Brasil. No Rio, por exemplo, a Lua nasce às 17h26. Mesmo assim, será possível observar uma parte da fase total, quando o satélite está inteiro na sombra, e da fase parcial. Tudo acaba às 19h19. 

A Lua desta sexta também será "de Sangue", como é chamado o fenômeno que a deixa com um tom avermelhado devido à refração dos raios de sol na atmosfera. Além disso, em outra coincidência sósmica, Marte está mais próximo da Terra do que nunca esteve nos últimos 15 anos.

O Planetário de Nova Friburgo fica na Via Expressa.

 

 

 

TAGS: