Piquetes ameaçam normalização do abastecimento

Manifestações de apoio à greve são registradas em Cachoeiras, Papucaia e Bom Jardim
terça-feira, 29 de maio de 2018
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Piquete em Cachoeiras (reprodução da web)
Piquete em Cachoeiras (reprodução da web)

Apesar das escoltas policiais que garantiram, segundo o governo do estado, o transporte de cinco milhões de litros de combustíveis por rodovias do estado na madrugada desta terça-feira, 29, incertezas ainda pairam sobre a esperada normalização do abastecimento de combustíveis e alimentos nas próximas horas em Nova Friburgo.

O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) registra, na tarde desta terça, protestos de apoio à greve dos caminhoneiros em pelo menos dois pontos de bloqueio da RJ-116: Bom Jardim e Papucaia. Vídeos mostram atos também em Cachoeiras de Macacu, onde manifestantes sentaram-se no chão para bloquear a rodovia (foto), enquanto um caminhão-tanque era visto recuando diante do protesto.

Segundo o governo do estado, escoltas já garantiram o transporte de cinco milhões de litros de combustíveis, ou um terço do que seria transportado rotineiramente, a partir da meia-noite desta terça, das refinarias para o interior do estado. Até esta tarde, só há notícias de reabastecimento de apenas um posto em Nova Friburgo, em Olaria, o que provocou uma corrida de consumidores nas primeiras horas da manhã. 

Segundo o governador Luiz Fernando Pezão, o abastecimento está priorizando serviços essenciais e teve como destino as prefeituras do interior do estado. Cerca de 20 municípios já foram atendidos. Selos da Defesa Civil nos parabrisas dos caminhões identificarão aqueles que se destinam ao atendimento a serviços públicos,  como hospitais, escolas, coleta de lixo, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

As Forças Armadas, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar fizeram na madrugada desta terça-feira a escolta de cerca de 300 caminhões transportando alimentos perecíveis da Região Serrana do estado para a cidade do Rio. A operação teve início à meia-noite e meia, a partir do Km 29 da RJ-130, e terminou no entroncamento entre a BR-040 e a Avenida Brasil, a partir de onde os veículos seguiram destinos variados, com destaque para a Ceasa-RJ.

Na segunda-feira, 28,  Pezão se reuniu com o secretário de Segurança, Richard Nunes, e o interventor federal, general Braga Netto, e acertaram detalhes da escolta (foto).

TAGS: Greve