Pesquisa do Gerp aponta empate técnico na disputa pela prefeitura

400 pessoas foram ouvidas entre os dias 26 e 28 de setembro nos oito distritos de Nova Friburgo
sexta-feira, 30 de setembro de 2016
por Jornal A Voz da Serra
Pesquisa do Gerp aponta empate técnico na disputa pela prefeitura

De acordo com pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 30, pelo Instituto Gerp, o candidato a reeleição Rogério Cabral (DEM) e o deputado federal Glauber Braga (Psol) têm ambos 18% das intenções de voto na “consulta espontânea” para a prefeitura de Nova Friburgo. Em seguida, ainda conforme a consulta, aparecem Renato Bravo (PP), com 10%, seguido por Renato Abi-Ramia (PR), com 6%, e Drª. Grace (PMDB), com 4% das intenções de voto. O candidato Hugo Moreno (PSTU) não foi citado pelos entrevistados. Como a margem de erro é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos, os três primeiros candidatos estão tecnicamente empatados.

Já na “consulta estimulada”, Glauber Braga tem 22% das intenções de voto e Rogério Cabral, 19%. Renato Bravo tem 12%; Drª Grace, 9%; e Renato Abi-Ramia, 7%. Hugo Moreno não pontuou.

O Instituto de Pesquisas Gerp — líder no setor de pesquisa de mercado e opinião pública no Rio de Janeiro, com 30 anos de atuação — ouviu 400 pessoas, entre os dias 26 e 28 de setembro, nos oito distritos de Nova Friburgo. Entre os eleitores ouvidos, 52% são mulheres e 48% são homens, a maioria é casado (45%), católico (43%), tem faixa etária de 45 a 59 anos (25%) e renda familiar mensal de dois a cinco salários (37%). Cerca de 45% dos entrevistados tem ensino médio completo ou superior incompleto e está empregado.

A pesquisa também aponta que 65% das pessoas disseram que já sabiam em quem votar, 33% ainda não sabiam e 2% não responderam. Perguntados sobre quem ganhará a eleição, independentemente do voto pessoal, 41% dos entrevistados apostaram na reeleição de Rogério Cabral, contra 28% que acreditam na vitória de Glauber Braga. Renato Bravo foi a aposta de 5%; Dra. Grace, de 2%; e Renato Abi-Ramia, de 1%. O candidato Hugo Moreno não pontuou.

Já no que diz respeito a rejeição estimulada, 47% dos entrevistados disseram que não votariam em Rogério Cabral. Glauber Braga foi citado por 29% dos entrevistados, seguido por Renato Abi-Ramia (9%), Renato Bravo (8%), Hugo Moreno (8%) e Grace Arruda (6%). Seis em cada 100 entrevistados disseram que poderiam votar em qualquer um dos candidatos, ao passo que 10% não votariam em nenhum deles. O índice de pessoas que não souberam opinar ficou em 7%.

A pesquisa também perguntou qual avaliação os entrevistados fazem do trabalho realizado por Rogério Cabral, no últimos quatro anos, na Prefeitura de Nova Friburgo. Segundo o Gerp, 34% disseram que consideram o governo regular; 25%, péssimo; 19%, ruim; e 15%, bom. Somente 4% afirmaram que a atual gestão é ótima. O restante dos entrevistados (3%) não soube opinar ou não respondeu a pergunta.

A sondagem também revela que mais de 50% dos entrevistados na cidade desaprovam a administração dos governos municipal (56%), estadual (59%) e federal (56%), enquanto um pouco mais de 20% das pessoas ouvidas pelo Gerp aprovam a gestão das três esferas governamentais. As demais não souberam opinar ou não responderam a pergunta.

A pesquisa foi encomendada por Vitor Oliveira Herdy, vinculado à Play Center Produções, e custou R$ 13 mil. O estudo foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral com o número RJ-07460/2016. Essa foi a segunda pesquisa realizada pelo Gerp em Nova Friburgo. A primeira sondagem sobre a preferência do eleitorado no município, porém, não foi divulgada pelo instituto a pedido do contratante.

TAGS: Eleições 2016