Pardais na RJ-116 preocupam empresários friburguenses

Equipamentos isolados, longe de comunidades e escolas, prejudicam o turismo
quinta-feira, 24 de outubro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Pardais na RJ-116 preocupam empresários friburguenses

O grande número de pardais na rodovia RJ-116 tem preocupado os empresários do comércio de Nova Friburgo. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio), Braulio Rezende, enviou ofício ao governador Wilson Witzel sobre o assunto.

Braulio argumenta que, além de atrasar desnecessariamente as viagens de quem usa a estrada, o excesso de equipamentos ao longo da RJ-116 prejudica o turismo no município e toda a região. Segundo ele,  recentemente foram instalados mais pardais na rodovia, muitos deles sem a devida sinalização.


“Claro que não nos referimos aos pardais que estão perto de comunidades ou escolas, que  são apropriados. Mas, longe dessas áreas, os equipamentos se tornam um simples instrumento de punição a motoristas, sem qualquer finalidade educativa ou preventiva”, ressalta.


Lojistas ligados à CDL e ao Sincomércio relatam às entidades reclamações de turistas que levaram multas na estrada, principalmente em trechos em que não existe aviso sobre os pardais. Braulio acredita que isso afasta os visitantes de Nova Friburgo e dos municípios vizinhos.


“Alguns dizem que não querem mais voltar às nossas cidades em função da surpresa desagradável com as multas. Passeios que deveriam servir ao descanso e ao lazer viram motivo de aborrecimento para os turistas”, lamenta.

Braulio também pediu ao deputado estadual Sérgio Louback que levante discussão sobre o problema na Assembleia Legislativa (Alerj) e reitere junto ao governador a importância de ser reavaliada a instalação de pardais nas estradas do
Estado do Rio.

TAGS: Trânsito