Olimpíada para todos

quarta-feira, 29 de julho de 2015
por Jornal A Voz da Serra

A EDIÇÃO DE ontem de AVOZ DA SERRA anunciou a passagem da tocha olímpica por Nova Friburgo, cumprindo o ritual das cidades que receberão tão honrosa visita. Apesar de não ter sido divulgada a data oficial para sua passagem pelo município, tudo indica que será poucas semanas antes da Olimpíada Rio 2016.

NOVA FRIBURGO tem potencial esportivo inegável. Contudo, independentemente dessa condição, sua juventude precisa de políticas públicas em todas as esferas do poder para encontrar na prática do esporte um estratégico aliado contra as drogas lícitas ou não, a prostituição e a criminalidade que envolve crianças e adolescentes.

O POTENCIAL OLÍMPICO acaba de ser evidenciado com a conquista de medalhas por atletas brasileiros e friburguenses em esportes distintos, nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá. A estrutura para o esporte especializado é acanhada fora de Rio de Janeiro, com algumas exceções. Na capital a juventude tem opções de ginásios de esporte e conta com imponentes ginásios poliesportivos, mas somente isso não basta.

EM MUITAS CIDADES não há ginásios poliesportivos compatíveis com a demanda e, além disso, tanto nessas quanto nas que contam com praças para a prática de esporte falta política social de amparo ao jovem. Exemplos dessa realidade podem ser vistos nos cruzamentos, onde atletas e artistas amadores pedem colaboração financeira para o custeio de viagens a eventos realizados tanto em Nova Friburgo quanto em outras cidades. 

INVESTIMENTO no esporte passa pela construção de piscinas, quadras, campos e ginásios, mas não se limita a isso. O atleta precisa se alimentar bem, contar com boa cobertura da saúde pública, viver em segurança, frequentar escola de qualidade, utilizar transporte público seguro e eficiente. Em suma, ao atender o esportista o poder público estará de igual modo estendendo sua atuação a todos, indistintamente e cumprindo o papel que a população quer e espera. 

QUE OS GOVERNOS e as prefeituras entendam a seguinte mensagem: por trás de cada medalha existe estrutura esportiva e condição social. Que ambas ganhem contornos universais o mais rápido possível nesta terra ainda carente de oferta esportiva para todos.

 

TAGS: