O melhor para os pequenos

segunda-feira, 24 de outubro de 2016
por Jornal A Voz da Serra

PAIS PREOCUPADOS com a educação de seus filhos já estão de olho nas possibilidades de matriculá-los no ano que vem, sabedores das dificuldades encontradas para oferecer o melhor ensino para seus dependentes. Sejam nas escolas públicas ou particulares elas se movimentam e desejam, com justa razão, melhores condições de qualidade para eles, da creche ao ensino médio.

NOS ÚLTIMOS anos, a Prefeitura de Nova Friburgo manteve um calendário de inaugurações de creches, com o compromisso de oferecer oportunidade para que crianças de quatro meses a 3 anos de idade obtenham uma atenção dedicada que em muitos lares infelizmente não ganhariam. Pesquisas mostram que os primeiros anos de vida são os mais importantes para o aprendizado, mas pelo menos 30 % das mulheres brasileiras com filhos de zero a 6 anos não conseguem vagas em escolas públicas, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A SITUAÇÃO é ainda pior para as mães que dependem de vagas em creches. No entanto, os dados oficiais não revelam a gravidade do problema, pois a demanda real por vagas é ainda maior. Muitas pessoas ficam de fora desses levantamentos, pois não se cadastram nas listas de espera por vagas.
TRATADA como um misto de promoção social e educação, as creches têm servido de indispensável apoio às mães carentes, sejam para sua inserção no mercado de trabalho, seja pelo simples fato de terem nestes estabelecimentos a garantia de que seus filhos não passam necessidades.

A DEFESA DO aumento de creches não é privilégio tão somente de Nova Friburgo, e sim de todo o país. Parlamentares admitem o déficit e propõem vias de saná-lo através de incentivos para que as empresas construam creches para os filhos dos funcionários, e obtenção de recursos em parceria com a iniciativa privada para a construção de mais escolas, além de acabar com o turno de quatro horas.

O AUMENTO do número de creches deve ser avaliado à luz de fatores já consagrados, para que não haja o desvirtuamento de suas funções. Dentre elas, a participação cada vez maior da mulher no mercado de trabalho, a modificação na organização e estrutura familiar e os avanços sobre a educação infantil.

MANTER O crescimento das creches no município significa um desafio para o futuro governo. Além de cumprir a Constituição, este crescimento deverá manter perfeita sintonia com a sociedade, principalmente com os mais carentes, que dependem daquele serviço de grande valia. O desafio pode ser grande, porém a recompensa será maior.

A FALTA DE vagas em creches é uma triste realidade. Mesmo pressionando as instituições de ensino, órgãos fiscalizadores e governos, muitas vezes a conquista deste direito demora muito. Mas, é importante saber dos seus direitos e exigir que eles sejam atendidos. 

TAGS: