Nova Friburgo vive expectativa de atingir nota máxima no Cadastur

Formalização e legalização dos prestadores de serviços turísticos é meta do Ministério do Turismo; município lidera ranking na Região Serrana
sexta-feira, 26 de julho de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
A Praça do Suspiro, um dos pontos turísticos mais interessantes de Friburgo (Foto: Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
A Praça do Suspiro, um dos pontos turísticos mais interessantes de Friburgo (Foto: Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

Que Nova Friburgo é uma cidade com vocação turística e grande potencial no setor, isso não é segredo para ninguém. A novidade é que o município vive a expectativa de alcançar a letra A (nota máxima) na classificação do Cadastur, sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo e garante diversas vantagens e oportunidades aos seus cadastrados, além de ser uma importante fonte de consulta para o turista.

O programa, executado pelo Ministério do Turismo, em parceria com os órgãos oficias de turismo nos 26 estados e no Distrito Federal, visa promover o ordenamento, a formalização e a legalização dos prestadores de serviços turísticos no Brasil, por meio do cadastro de empresas e profissionais do setor.

Segundo o secretário de Turismo, Pablo Sprei, a expectativa se baseia no fato de que há cerca de um ano Nova Friburgo tinha cerca da metade dos cadastros no Cadastur em comparação a Petrópolis, cidade que é letra A no programa do Ministério do Turismo. No entanto, recentemente Nova Friburgo ultrapassou a Cidade Imperial no número de cadastros.

“Então, a possibilidade de nos tornarmos letra A é enorme. E conquistando essa letra A no Cadastur, os investimentos na área poderão ser bem maiores. Um investidor de fora que quer investir na cidade se baseia muito nos números, informações e classificação do Cadastur, no que tange o trade turístico dos municípios. Enfim, alcançar essa letra A no Cadastur traria inúmeros benefícios para Nova Friburgo”, projeta Pablo.

Os números de Nova Friburgo no Cadastur

Num quadro comparativo do Cadastur entre Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis, principais cidades da Região Serrana, Nova Friburgo já aparece à frente de Petrópolis, com 310 cadastros contra 296. Apesar de pequena, a diferença coloca Nova Friburgo na liderança do ranking e alimenta a expectativa de alcançar a letra A no programa do Ministério do Turismo. Teresópolis é só o terceiro da lista, com apenas 106 cadastros, menos que a metade de Nova Friburgo e Petrópolis.

Entre os cadastros friburguenses, podemos destacar os guias de turismo, com 75 cadastros, meios de hospedagem (67) e restaurantes, cafeterias, bares e similares (49). Só essas três categorias somam 191 cadastros e mpulsionam o município na busca pela certificação máxima do Cadastur.

“Nosso objetivo é fazer com que Nova Friburgo ganhe a notoriedade que merece no setor turístico. Vamos continuar trabalhando até que a cidade se torne letra A no Cadastur”, declarou o secretário de Turismo, Pablo Sprei.

As vantagens de estar cadastrado no Cadastur

Os prestadores de serviços turísticos terão acesso a inúmeros benefícios após se cadastrarem no Cadastur, como acesso a financiamento por meio de bancos oficiais; apoio em eventos, feiras e ações do Ministério do Turismo; incentivo à participação em programas e projetos do Governo Federal; participação em programas de qualificação promovidos e apoiados pelo Ministério do Turismo; além de maior visibilidade nos sites do Cadastur e do Programa Viaje Legal.

Cadastro é totalmente gratuito

O cadastro no Cadastur é totalmente gratuito e feito pela internet, através do site www.cadastur.turismo.gov.br. O primeiro passo é cadastrar-se como usuário do sistema para obter uma senha, clicando em “novo usuário”, no topo da tela. Em seguida basta preencher o formulário eletrônico de cadastro, assinar o Termo de Responsabilidade Eletrônico e enviar. Após a análise da solicitação, o cadastro será homologado e o certificado disponibilizado em até cinco dias úteis, se estiver de acordo com a legislação.

Para visualizar o certificado, os prestadores de serviços turísticos deverão acessar o sistema, por meio do login e senha, e clicar na opção “emitir certificado” no painel de controle. O certificado deverá ter impressão colorida e ficar exposto na área de atendimento em local visível ao público. A autenticidade dos certificados poderá ser constatada no site do Cadastur ou mediante verificação do Código QR.

Cadastro é obrigatório para prestadores de serviços turísticos

Conforme a Lei nº 11.771, de 17 de setembro de 2008, o cadastro no Cadastur (antigo cadastro da Embratur) é obrigatório para acampamentos turísticos; agências de turismo; meios de hospedagem; organizadoras de evento; parques temáticos e transportadoras turísticas. O cadastro também é obrigatório para exercer a profissão de guia de turismo, conforme Lei nº 8.623, de 28 de janeiro de 1993. 

O cadastro é opcional e gratuito para outras atividades além das obrigatórias. São elas: casas de espetáculo; centros de convenções; empreendimentos de entretenimento e lazer e parques aquáticos; empreendimentos de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva; locadoras de veículos para turistas; prestadoras de serviços de infraestrutura para eventos; prestadoras especializadas em segmentos turísticos; além de restaurantes, cafeterias, bares e similares.

Alerta do Ministério do Turismo

O Ministério do Turismo alerta a população sobre uma tentativa de golpe em nome do Cadastur. A orientação é que os prestadores de serviços turísticos não respondam e-mails, nem abram anexos ou realizem pagamentos de taxas do Cadastur. O cadastro do Ministério do Turismo é totalmente gratuito. A recomendação é verificar a extensão do e-mail remetente, já que a mensagem padrão do Governo Federal termina com “.gov.br”.

 

TAGS: Turismo