‭Nova Friburgo Country Clube: o coração da cidade

​‭O mais belo espaço do Centro faz 60 anos de terna exuberância
sexta-feira, 14 de abril de 2017
por ‭Ana Borges
‭Nova Friburgo Country Clube: o coração da cidade

Em reportagem sobre os jardins do Nova Friburgo Country Clube, que fiz em setembro do ano passado com o presidente Roosevelt Concy e equipe, escrevi, mais ou menos, assim: “Caminhar por suas alamedas é viajar num mar de sensações e aromas, impressões e flagrantes que nos levam a imaginar os momentos ali passados por centenas de personagens, desde 1860, no tempo em que ali reinava a família do Barão Antonio Clemente Pinto. É um privilégio passear por uma história que vem sendo preservada por mais de 150 anos”.

Ao prestar essa homenagem pelos 60 anos de criação do clube, a ser comemorado no dia 20 de abril, confesso que me senti compelida a plagiar a mim mesma. Relutei. Achei estranho. Mas não durou quase nada. Superando meu próprio estranhamento, concluí que não encontraria melhor maneira, no momento, de traduzir em palavras a beleza do espaço onde se encontra o Country Clube, com seus jardins, cantos e recantos, lagos e alamedas. E ratifico: é mesmo como “viajar num mar de sensações”.

É na alameda de entrada, margeada por uma profusão de lírios, também conhecida como flor de lis — símbolo do clube — que começa o encantamento de quem visita ou frequenta o lugar. Desenhado pelo paisagista francês Auguste François Marie Glaziou, a arborização teve um papel fundamental em sua composição de estilo romântico. Quanto à atmosfera de todo o ambiente, é de pura arte, beleza e cultura, coroado pela belíssima moradia: o Chalé.

‭Essa magia remonta aos tempos do Império e está registrada na imprensa da época:

‭“É realmente uma principesca morada a vivenda de campo do Sr. Visconde [depois Barão]; elegante, artisticamente distribuído e ricamente mobiliado, o chalet é todo circundado dum luxuriante jardim, alegrado de cascatas, lagos e ilhas, cortado de canais, que se prolonga em parque até as montanhas próximas. Como deve ser doce viver aqui!”, publicou a Revista Ilustrada, em 1883. Comuns também eram os registros da estada no chalé de D. Pedro II e da imperatriz Thereza Christina.

‭A luz dourada do outono

O dourado do outono é estação perfeita para admirar as formas, as cores, as luzes e as sombras que recaem sobre canteiros e árvores. O sol se esgueira pela vegetação, se esparrama pelo chão, criando verdadeiras obras primas das quais somos todos testemunhas privilegiadas de momentos únicos. Fugazes... e inesquecíveis.  

É nesta estação também que se percebem sutis caprichos da natureza em forma de luz. É tempo de ventos fortes e de galhos despojados de suas folhas e flores que vão formando ricos tapetes de elementos secos ao redor das árvores. Um chão tingido de dourado pelos raios penetrantes do sol. Poesia...  

No inverno tem a neve, na primavera a flor, no outono o vento, no verão a chuva. A neve desliza, a flor desabrocha, a folha voa, a chuva cai. São os ciclos se sucedendo, ao longo do ano, para o deleite de apreciadores das paisagens que a natureza, tão generosamente, nos oferece. Parabéns, Nova Friburgo Country Clube!

TAGS: Nova Friburgo Country Clube