No dia de São Jorge tem missa na Janela das Andorinhas

Feriado também será marcado com uma carreata em homenagem ao Santo Guerreiro, que vai ganhar uma capela em Friburgo
segunda-feira, 22 de abril de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Em Janela das Andorinhas, devotos de São Jorge estão construindo uma capela dedica ao santo (Foto: Henrique Pinheiro)
Em Janela das Andorinhas, devotos de São Jorge estão construindo uma capela dedica ao santo (Foto: Henrique Pinheiro)

O Dia de São Jorge é celebrado por várias nações e tradicionalmente é comemorado na data de falecimento do santo: 23 de abril. Desde 2008, o dia do Santo Guerreiro é feriado no Estado do Rio de Janeiro, graças a um projeto de lei do então deputado estadual Jorge Babu, do PT, sancionado pelo ex-governador Sérgio Cabral. Além das celebrações religiosas, o dia de São Jorge é festejado também com várias festas populares, tais como feijoadas, queima de fogos, carreatas e cavalgadas.  

Em Nova Friburgo, os devotos de São Jorge se mobilizam para a construção de uma capela dedicada a ele na Janela das Andorinhas, distrito de Riograndina. As obras já foram iniciadas e tem continuidade graças a ajuda da comunidade católica local. Os mutirões de construção da capela são liderados pelo casal Ocimar Alves Teixeira e Rosimar Rodrigues que costumam arrecadar recursos para a obra com rifas e eventos. Quem quiser ajudar na construção da capela pode procurar o casal pelo telefone 22 - 9 9916 8238.

O novo templo vai integrar a Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, em Riograndina, de onde sairá nesta terça-feira, 23, uma carreata, às 18h, em direção à Janela das Andorinhas. Às 19h, será celebrada uma missa festiva em louvor ao Santo Guerreiro em um galpão cedido para as celebrações religiosas, no centro da Janela das Andorinhas, enquanto as obras da capela estão em andamento.     

A história de São Jorge

São Jorge foi um soldado romanono exército do imperador Diocleciano, venerado como mártir no catolicismo. É imortalizado pela lenda, na qual mata o dragão. É também um dos 14 santos auxiliares. Considerado como um dos mais proeminentes santos militares, a memória de São Jorge é celebrada nos dias 23 de abril e 3 de novembro. Nestas datas, por toda a parte, comemora-se a reconstrução da igreja que lhe é dedicada, em Lida (Israel), na qual se encontram suas relíquias. A igreja foi erguida a mando do imperador romano Constantino I.

São Jorge é o santo padroeiro de diversos países e cidades pelo mundo afora, como  Inglaterra, Portugal, Geórgia, Lituânia, Sérvia, Montenegro, Etiópia, Londres, Barcelona, Génova, Régio da Calábria, Ferrara, Friburgo em Brisgóvia, Moscovo e Beirute. Há uma tradição que aponta a morte de Jorge no ano 303. Apesar de sua história se basear em documentos lendários e apócrifos, a devoção a São Jorge se espalhou por todo o mundo.

De acordo com lendas, Jorge teria nascido na antiga Capadócia, região do centro da Anatólia que, atualmente, faz parte da Turquia. Ainda criança, mudou-se à Palestina com sua mãe após seu pai, Gerôncio, morrer em batalha. Já adolescente, Jorge entrou para a carreira das armas, por ser a que mais satisfazia à sua natural índole combativa. Logo foi promovido a capitão do exército romano devido a sua dedicação e habilidade — qualidades que levaram o imperador a lhe conferir o título de conde da província da Capadócia.

  • As obras da capela já foram iniciadas e tem continuidade graças a ajuda da comunidade católica local

    As obras da capela já foram iniciadas e tem continuidade graças a ajuda da comunidade católica local

  • Os mutirões de construção da capela são liderados pelo casal Ocimar Alves Teixeira e Rosimar Rodrigues

    Os mutirões de construção da capela são liderados pelo casal Ocimar Alves Teixeira e Rosimar Rodrigues

TAGS: São Jorge