Morre o acadêmico Hartmut Ernst Riedmaier

Hartmut faleceu na noite desta segunda-feira vítima de um infarto
terça-feira, 28 de março de 2017
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Facebook)
(Foto: Facebook)

* 2 de abril de 1938
+ 27 de março de 2017

Faleceu na noite da última segunda-feira, 27, vítima de um infarto, o escritor Hartmut Ernst Riedmaier. Seu corpo foi velado na Igreja Luterana e cremado às 13h desta terça-feira, 28.

Hartmut fez seus primeiros estudos em Nova Friburgo e frequentou a Escola de Belas Artes e Metais Preciosos na Alemanha, onde aprendeu o ofício de ourives em artigo de prata.

Membro da Academia Friburguense de Letras (AFL), Hartmut era um escritor prolífico. Entre suas obras, estão: “Coisas da Vila”, “História de Timuiti”, “Uma das faces da vida”, “Suave como um verso”, “Um toque de poesia” e “Mansão maldita”, entre outros. Na AFL, Hartmut ocupava a cadeira 33, patronímica de Oscar Goulart Monteiro. O acadêmico também ocupava o cargo de tesoureiro da Casa de Júlio Salusse, como a AFL também é conhecida entre os escritores, no biênio 2017-2018 na gestão da presidente Tereza Malcher.    

Além de escritor, Hartmut também atuou no comércio tendo sido o precursor do ramo de perfumarias em Nova Friburgo fundando na década de 1970 a perfumaria Christine, na Rua Ariosto Bento de Mello. 

Ele deixa viúva Christine Riedmaier, duas filhas Karla e Karina, e dois netos, Cristiane e Vitor Hugo. À família enlutada, direção e equipe de A VOZ DA SERRA enviam seus votos de mais profundo pesar.

Foto da galeria
Hartmut (último à direita) no lançamento do livro de Isabelle Sarruf (de azul) na Academia Friburguense de Letras, um dos últimos eventos sociais de que participou
TAGS: obituário