Liberado tráfego em via com encosta desmoronada desde a tragédia de 2011

Obra na Rua Chico Mendes, que liga Braunes e Cordoeira, foi concluída pela prefeitura após problemas trabalhistas de construtora
sexta-feira, 29 de março de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
A encosta desabada (Arquivo AVS)
A encosta desabada (Arquivo AVS)

 

A Prefeitura de Nova Friburgo informou nesta sexta-feira, 29, que liberou o tráfego de veículos na Rua Chico Mendes, que liga os bairros Braunes e Cordoeira, após conclusão das obras. A via estava totalmente interditada, desde o início do ano passado, quando foram iniciados os serviços para contenção e ampliação da pista.

De acordo com o governo municipal, na última semana, funcionários da Secretaria Municipal de Obras instalaram um guarda-corpo no trecho, localizado na altura da ladeira Gripp, e prepararam a área para a pavimentação. A conclusão da obra foi realizada pela prefeitura porque a construtora responsável desistiu do serviço no mês passado.

Iniciadas em março de 2018, as obras na Chico Mendes foram interrompidas três meses depois por atrasos nos salários dos funcionários. Em julho daquele ano, a construtora BMP retomou os serviços, mas novamente as obras foram paralisadas, em agosto, por auditores fiscais do Trabalho que encontraram várias irregularidades que punham em risco os trabalhadores.

Os operários estavam trabalhando sem equipamentos de segurança necessários para intervenções em morros. Foram encontradas ainda instalações elétricas irregulares e uma betoneira fora do padrão. A Gerência Regional do Trabalho notificou a construtora e a Prefeitura de Nova Friburgo e embargou a obra.

Somente após o cumprimento das exigências de segurança do pessoal, que vinham sendo investigadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), é que as obras puderam ser retomadas. A construtora concluiu a construção do muro de contenção, de 50 metros de extensão por sete de altura, mas decidiu rescindir o contrato, em fevereiro deste ano.

Como a empresa não concluiu a obra por completo, a prefeitura deu continuidade às atividades, instalando guarda-corpo e preparando a via para pavimentação. Segundo o município, a empresa recebeu R$ 387 mil pelo serviço. A obra foi orçada em R$ 880 mil. Os recursos vieram de uma emenda parlamentar do deputado Glauber Braga (Psol).

A Rua Chico Mendes estava parcialmente interditada desde a tragédia climática de 2011, quando a chuva provocou a erosão de parte da via, na altura da ladeira Gripp, que fica embaixo da encosta. Desde então, a rua estava interditada para a passagem de veículos pesados.

 

TAGS: obra