Integrando arte e cultura

segunda-feira, 18 de julho de 2016
por Jornal A Voz da Serra
"Haru, primavera do aprendiz." Festival Sesc de Inverno 2015 (Foto: Marco Nani)

O FESTIVAL de Inverno do Sesc nas cidades de Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis foi anunciado semana passada, prometendo uma programação variada, de 12 a 21 de agosto, confirmando o tradicional slogan dos organizadores: “Inspirando cultura”. Um dos principais eventos de cultura do Brasil, o festival, que este ano comemora 15 anos de existência, trará às três cidades serranas uma intensa programação que contempla as principais linguagens artísticas. 

EM DEZ DIAS, serão 53 apresentações musicais, 35 sessões de 21 espetáculos de artes cênicas, exibição de 31 curtas-metragens e 11 longas, três exposições de grande porte, uma instalação tecnológica, além de diversas oficinas, contações de histórias, encontros literários, lançamentos de livros, shows poéticos, saraus, intervenções urbanas e seminários. Além das unidades do Sesc, haverá atividades em locais públicos.

É INEGÁVEL o apoio sociocultural que a entidade vem prestando ao município, beneficiando não apenas os comerciários, mas toda a comunidade. O Festival de Inverno é mais um exemplo de tantas realizações bem-sucedidas que contribuem efetivamente para a cultura e Nova Friburgo só tem a ganhar com ele.

PROMOÇÕES com este nível levam otimismo para o setor turístico, que neste período movimenta a cidade com o Festival de Inverno e com outros eventos que atraem os turistas, além dos friburguenses. Ele chega ao município após outro grande evento realizado com grande sucesso — a grande feira de moda íntima do país — a Fevest.

MESMO COM toda a problemática da crise econômica que atravessa o país de norte a sul, a estação possibilita ao município uma excelente oportunidade de negócios. E para que isto aconteça, torna-se cada vez mais necessária a participação do poder público, interligando-se com a sociedade civil e colocando ao dispor os recursos necessários.

A ECONOMIA do turismo é muito forte e Friburgo precisa se beneficiar dessa condição. Os governantes devem ter como meta gerir os destinos da cidade buscando a qualidade de vida da população e o equilíbrio ambiental utilizando todas as formas de entretenimento. E o inverno significa um momento especial onde se pode mostrar toda a criatividade friburguense.

TAGS: