Idosos lotam postos no primeiro dia de vacina contra a gripe

Campanha em Nova Friburgo acontece em quatro postos de saúde. Meta é vacinar 37 mil pessoas até 31 de maio
quarta-feira, 24 de abril de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Idosos fizeram fila no Posto de Saúde Sylvio Henrique Braune para receberem a dose da vacina
Idosos fizeram fila no Posto de Saúde Sylvio Henrique Braune para receberem a dose da vacina

A aposentada Ruth de Almeida, de 64 anos, tomou pela primeira vez na vida a vacina contra a gripe. Idosos como ela lotaram o posto de saúde Sylvio Henrique Braune e o Centro de Convivência da Melhor Idade Zelma Mussi Gervásio, ambos no Suspiro, nesta quarta-feira, 24, primeiro dia da segunda etapa da campanha nacional de vacinação contra o vírus que transmite a doença, o Influenza. Mais de 500 pessoas foram imunizadas em um dia, segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Friburgo. A vacinação é gratuita.

“Eu vim buscar um remédio na farmácia do posto e vi a fila. Soube que era para a vacina e então decidi tomar. Nunca havia tomado. É a primeira vez. Não imaginei que tanta gente vinha se vacinar”, disse ela, impressionada com a fila no maior posto de saúde de Nova Friburgo.

No Centro de Convivência, ao lado do Clube de Xadrez, as doses da vacina foram oferecidas em uma parceria da Secretaria Municipal de Saúde com a Universidade Estácio de Sá. As vacinas foram aplicadas por estudantes do curso de enfermagem da instituição. “A fila aqui (no Centro de Convivência) está menor que no posto do Suspiro. Estive no posto, mas não quis esperar. Tomo todos os anos a vacina, porque acho importante. Ainda mais na minha idade. É melhor prevenir do que remediar”, afirmou o aposentado Marcos Henrique Lima, de 62 anos.

Grupos prioritários na vacinação

Iniciada no último dia 10, a campanha imunizou, nas últimas semanas,  gestantes e crianças de 6 meses a menores de 6 anos. Agora visa todos os grupos prioritários: idosos a partir dos 60 anos, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independente da idade. A vacina também é oferecida aos professores das escolas públicas e privadas, profissionais da saúde e das forças de segurança e salvamento, como policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

A ação no Centro de Convivência ocorreu só nesta quarta-feira, 24, mas a campanha segue até 31 de maio em quatro postos de saúde da cidade: Sylvio Henrique Braune, no Suspiro; Tunney Kassuga, em Olaria, e Waldir Costa, no distrito de Conselheiro Paulino. Todos os três oferecem as doses de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. A imunização também é realizada na Unidade Básica de Saúde (UBS) José Copertino Nogueira, no bairro São Geraldo, às terças e quintas-feiras, das 9h às 16h. Diferente de outros anos, a UBS Ariosto Bento de Mello, no bairro Cordoeira, não está oferecendo as doses porque está em obras de reforma.

Meta é imunizar 90%

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a meta é vacinar cerca de 37 mil pessoas, 90% do público-alvo, em Friburgo. No ano passado, foram imunizadas 38.986 pessoas, o que representa 93% do público-alvo. O município, contudo, contabilizou uma baixa adesão de gestantes e crianças na última campanha. A prefeitura ainda não divulgou balanço das duas primeiras semanas da campanha deste ano.

Causas da gripe

Infecção viral respiratória contagiosa, mais grave do que um resfriado, a gripe pode levar a complicações médicas sérias e à morte. A doença pode ser causada por quatro tipos do vírus Influenza: H1N1 e H3N2 e tipo B Yamagata e Victoria. Como esses vírus estão em constante mudança de um ano para outro, novas vacinas precisam ser produzidas anualmente e, por isso, é importante se vacinar contra a gripe todos os anos, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Dia D em maio

No dia 4 de maio, um sábado, acontecerá o Dia D de Combate ao Vírus Influenza em todo o estado. A meta da Secretaria estadual de Saúde é vacinar 4,8 milhões de pessoas e alcançar 90% do público-alvo em 1.845 postos de saúde. Pelo menos 14 mil profissionais de saúde serão mobilizados nos 92 municípios fluminenses. No ano passado, a cobertura atingida pela campanha foi de 77,99% do público-alvo. Foram notificados 233 casos de Influenza, com 30 óbitos, no estado. Este ano, não ocorreu nenhuma notificação da doença no Rio de Janeiro.

 

Foto da galeria
Mais de 500 pessoas foram imunizadas no primeiro dia de vacinação contra a gripe
TAGS: Vacinação contra a gripe