Guardiões da floresta

segunda-feira, 18 de julho de 2016
por Jornal A Voz da Serra
Guardiões da floresta

COINCIDÊNCIA ou não, este fim de semana proporcionou aos friburguenses e visitantes um raro momento de beleza natural. A tradicional Festa das Cerejeiras, promovida no sítio Matsuoka, em Florândia da Serra, Conquista, no domingo, 17, nos mostra um espetáculo maravilhoso. Também neste mesmo dia foi comemorado o Dia do Protetor das Florestas. Para Nova Friburgo, a data e o festejo caíram como uma luva.

COMO DIZ o nosso folclore, o “Curupira” é responsável pela proteção das florestas brasileiras. Segundo a lenda, o menino, com cabelos avermelhados e pés virados para trás, protege florestas e animais dos caçadores e destruidores da natureza. Quem tenta seguir seu rastro acaba errando o caminho, indo para o lado contrário. 

SABEMOS QUE o folclore é baseado em fatos imaginários, que passam de geração a geração. Mas estes protetores da natureza são reais. Profissionais como engenheiros florestais, agrônomos, biólogos, educadores ambientais, entre outros, são responsáveis por cuidar e fazer a preservação do planeta todos os dias. Porém, todos nós podemos ser protetores da natureza.

O REFLORESTAMENTO está ganhando, cada vez mais, importância e força. E nesta luta Nova Friburgo não pode deixar de lembrar como é importante que todos tenham consciência da importância desta atividade para a preservação das nossas florestas. Esta é uma prática positiva, consistindo na restauração da mata original de um determinado lugar. É um conjunto de ações que ajudam e protegem o nosso ecossistema. 

TRATA-SE DA limpeza dos terrenos, do plantio de novas árvores no lugar das cortadas, do cuidado com as novas plantas e da proteção dos animais e vegetais, que as circundam respeitando e garantindo a biodiversidade local. Atitudes que qualquer um pode tomar.

O MUNICÍPIO abriga importante nicho de Mata Atlântica, oferecendo inúmeros atrativos naturais e fonte de permanente pesquisa sobre sua fauna e flora. Possuímos nascentes importantes, como a do Rio Macaé, e suas florestas são de vital importância para a manutenção de sua pureza. Mantê-las intactas, portanto, é essencial.

A PROFUNDA relação com a natureza faz do friburguense um fiscal verde inato. Deve cuidar de seu maior patrimônio, o que possibilita a manutenção de uma ampla rede de serviços, alavancando a economia, gerando renda e empregos. Significa a sobrevivência de  muitos e a perspectiva de uma melhor qualidade de vida para a população no futuro.

O PROCESSO de informação e participação popular nas decisões estratégicas deve ser levado em consideração pelas autoridades, recebendo sugestões dos segmentos ambientais, contribuindo para o aumento da conscientização da população quanto aos problemas do meio ambiente em toda a sua extensão. Afinal, trata-se de uma causa comum que o fogo pode, infelizmente, prejudicar. Seja você também um protetor das florestas.

TAGS: