Gripe: começa vacinação para grupos prioritários em Nova Friburgo

​Imunização acontece de forma alternada em diversos postos de saúde do município
segunda-feira, 24 de abril de 2017
por Karine Knust
Campanha nacional vai até o dia 26 de maio (Foto: Henrique Pinheiro)
Campanha nacional vai até o dia 26 de maio (Foto: Henrique Pinheiro)

Começou nesta segunda-feira, 24, a imunização contra gripe para todo o grupo prioritário da campanha em Nova Friburgo. Já no primeiro dia de imunização, os principais postos de saúde da cidade ficaram movimentados. Só no Sylvio Henrique Braune, no Suspiro, foram aplicadas mais de 200 doses da vacina.

Darcy Hercket de Melo, de 72 anos, foi uma das pessoas atendidas no posto do Suspiro nesta segunda-feira. “Todo ano eu venho me vacinar. Acho muito importante. Ainda mais nesses dias frios, a gente não pode dar bobeira”, disse ela.  

A campanha, na verdade, começou na última semana, mas na ocasião foram vacinados apenas os trabalhadores da área de saúde e professores da rede pública e particular de ensino. De acordo com a Secretaria de Saúde, a partir de agora, a vacinação está sendo disponibilizada em diversos postos e unidades de estratégia da saúde da família (ESF) no município, de forma alternada.

A unidade José Copertino Nogueira, em São Geraldo, por exemplo, prestará atendimento à população sempre às terças e quartas-feiras. Enquanto o Centro de Convivência da Pessoa Idosa Zelma Mussi Gervásio, no Clube do Xadrez, funciona como posto volante, exclusivo para os idosos (que frequentam ou não o espaço), somente na próxima segunda-feira, a partir das 9h. O posto Ariosto Bento de Mello, no Cordoeira, atende às segundas, terças e quintas, das 9 às 12h, e às quartas e sextas-feiras, das 9h às 16h.

Já a vacinação intercalada acontece nas unidades de Estratégia de Saúde da Família. Na segunda-feira, 24, as três ESF localizadas em Olaria realizaram a vacinação. Nesta terça-feira, 25, a imunização acontece nas unidades de Amparo, Nova Suíça e Varginha, das 8 h às 16h. Na quarta-feira, 26, é a vez das unidades de Campo do Coelho, Centenário e São Lourenço. Na quinta-feira, 27, a vacinação será feita nas ESF de São Pedro da Serra, Rio Bonito, Vargem Alta, Mury e Lumiar. Já na sexta-feira, 28, os moradores de Riograndina e do Stucky podem se vacinar nas ESF de cada localidade. O atendimento acontece sempre das 8h às 16h, em todas as unidades.

Nos grandes postos de saúde da cidade, Tunney Kassuga, em Olaria, Waldir Costa, em Conselheiro Paulino, e Sylvio Henrique Braune, no Suspiro, a vacinação segue durante toda a semana, também das 8h às 16h. O objetivo da descentralização da campanha é otimizar o serviço realizado, diminuir as filas nos maiores postos e facilitar a vida de quem mora em bairros mais afastados dos principais pontos da cidade.

Ainda segundo a Secretaria de Saúde do município, a meta este ano é vacinar 90% do público-alvo, o que corresponde a aproximadamente 50 mil pessoas. Em 2016 foram disponibilizadas 47 mil doses da vacina. A alteração no quantitativo se dá devido a inclusão de professores ao grupo prioritário.

O público-alvo da campanha, segundo o Ministério da Saúde, são recém-nascidos de seis meses a crianças de quatro anos, 11 meses e 29 dias, gestantes e mulheres puérperas, de 45 dias após o parto, idosos com idade acima de 60 anos, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis (com prescrição médica com indicação da vacina), trabalhadores da saúde e professores. Para os dois últimos grupos, inclusive, é necessário comprovar o vínculo com a área que atuam, através da carteira de trabalho ou de outro tipo de documento, como contracheque.

A vacina disponibilizada no Sistema Único de Saúde (SUS) protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circulam no país: A (H1N1), A (H3N2) e influenza B. Apesar de a incidência de casos estar num ritmo bem menor do que o registrado no ano passado, o Ministério da Saúde alerta para a necessidade de se vacinar o quanto antes e garantir que a proteção seja efetiva no período de maior vulnerabilidade, o inverno. Estudos demonstram que a vacinação contra a gripe pode reduzir entre 32% e 45% o número de internações por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da gripe. A campanha nacional de vacinação vai até o dia 26 de maio.

TAGS: vacinação | saúde