Governo do Estado quer aumentar a segurança nas escolas públicas

Programa Cuidar será implantado em todas as unidades da rede estadual até o início do segundo semestre
quinta-feira, 25 de abril de 2019
por Jornal A Voz da Serra
O governador Wilson Witzel acredita que a iniciativa, além de oferecer mais segurança vai aproximar as comunidades das escolas (Foto: Divulgação)
O governador Wilson Witzel acredita que a iniciativa, além de oferecer mais segurança vai aproximar as comunidades das escolas (Foto: Divulgação)

O Governo do Estado do Rio de Janeiro pretende implementar o programa “Cuidar” em todos os municípios fluminenses até o início do segundo semestre deste ano. A iniciativa, lançada pelo governador Wilson Witzel na semana passada, tem como objetivo levar mais segurança aos estudantes da rede pública estadual de ensino e aos profissionais de educação e apoio nas escolas, além de estreitar a relação entre a Polícia Militar e as comunidades onde as escolas estão instaladas.

Entre as ações previstas no Programa Cuidar estão as contratações de profissionais egressos das Forças Armadas, mulheres com formação na área de vigilância, policiais militares e civis, bombeiros e agentes penitenciários reformados ou aposentados para realização de serviços de portaria e inspeção patrimonial das escolas, atuando como monitores comunitários. O Cuidar também prevê que PMs façam o patrulhamento a pé e em carros e motos próximo às escolas.

Para Witzel, a integração proposta pelo programa vai além da participação de profissionais das forças de segurança: “Este programa será um entre tantos outros que vamos implementar na rede estadual de ensino. A proposta vai ajudar muito às escolas a prevenir casos de violência, tráfico de drogas e também aproximar os agentes públicos de segurança dos alunos e das comunidades. Além disso, esperamos contribuir com a integração das famílias dos estudantes e as escolas”, declarou o governador.

Segundo o secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, ampliar a segurança nas escolas e no entorno delas era uma antiga reivindicação dos professores e estudantes. Ele garante que o Programa Cuidar será uma ação permanente, com atuação de forma integrada com as direções das escolas.

“Todos os profissionais que trabalharão no programa serão capacitados, inclusive, com curso de Mediação de Conflitos, por meio de uma parceria com o Tribunal de Justiça. Com essas ações, a expectativa é que a sensação de segurança aumente e gere muitos benefícios, entre eles, a redução do número de alunos evadidos, pois os jovens terão mais segurança e tranquilidade para frequentar as aulas”, afirmou Pedro Fernandes.

 

TAGS: Educação | Segurança pública