Gasolina mais cara em Nova Friburgo

Postos de combustíveis já incluíram o valor do último aumento no preço final
sexta-feira, 03 de maio de 2019
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

A Petrobras anunciou na última segunda-feira, 29 de abril, um aumento médio de R$ 0,07 no litro de gasolina para venda às distribuidoras. Apesar desse reajuste não ser diretamente repassado ao consumidor final, uma vez que a composição dos preços dos combustíveis inclui o cálculo dos tributos estaduais e federais, os motoristas já sentem a diferença no bolso.

Em aumento concedido em março, o preço médio do combustível em Nova Friburgo passou de R$ 4,40 para R$ 4,55, em média. Em alguns postos, com bandeiras, o litro da gasolina comum chegou a R$ 4,79 e da aditivada a R$ 4,99. Após esse novo aumento a gasolina comum agora custa entre R$ 4,79 e R$ 4,99 o litro, enquanto a aditivada chega a custar mais de R$ 5, o litro, nos postos do Centro de Nova Friburgo, o que revoltou muitos motoristas ontem, 2, na hora de abastecerem os carros. “Está cada vez mais difícil andar de carro. Encher o tanque já estava difícil, agora virou um sonho distante. O povo é sempre penalizado”, reclamou um motorista que assustou-se com os novos preços. “Abasteci aqui na semana passada e a gasolina estava R$ 4,62. Hoje (ontem, 2) pulou para R$ 4,89”, reclamou.

Carga tributária eleva os preços

Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência no Estado do Rio de Janeiro (SindEstado-RJ), em nota emitida à imprensa na quarta-feira, 1º, no Brasil os impostos correspondem a quase 50% do preço final dos combustíveis. Ainda de acordo com o sindicato, além dos tributos, cobranças como frete e as margens de comercialização das distribuidoras e dos revendedores, somados ao valor incorporado pelos donos dos postos, correspondem a 11% do preço final.

Preço médio levantado pela ANP deve ter acréscimo de 0,5%

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que acompanha semanalmente, por meio do Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis, os preços cobrados pelas distribuidoras e postos revendedores de combustíveis, ainda não divulgou a nova tabela de preços após esse novo aumento. Mas comparando os valores atualizados, já percebe-se um aumento de cerca de 0,5%. A síntese de preços, que engloba o período de 21 a 27 de abril, estabelece o valor médio do combustível em Nova Friburgoo em R$ 4,74, com mínimo de R$ 4,49 e máximo de R$ 4,96, o litro.

 

TAGS: combustíveis