Frizão inicia pré-temporada rumo à Série B1 do Estadual

Equipe entra em campo nesta terça, a 45 dias do primeiro desafio pelo Campeonato Carioca
segunda-feira, 08 de abril de 2019
por Vinicius Gastin (esportes@avozdaserra.com.br)
Cadão continua no comando do Friburguense este ano: preparação começa na próxima terça
Cadão continua no comando do Friburguense este ano: preparação começa na próxima terça

 A trajetória é longa, e vai começar 45 dias antes do primeiro desafio pelo Campeonato Carioca da Série B1. É o tempo que o técnico Cadão e sua comissão técnica terão para preparar o Friburguense, e junto à direção do clube, montar um time competitivo para brigar pelo acesso à elite do futebol estadual. O trabalho em busca desse objetivo, pelo menos dentro de campo, começa nesta terça-feira, 9.

O grupo de jogadores se apresenta à tarde para iniciar a preparação para os desafios da temporada. O principal deles é a Série B1 do Estadual, mas o Frizão também terá a Copa Rio pela frente. Toda a preparação será feita em Nova Friburgo, aproveitando a estrutura do estádio Eduardo Guinle. Nestas primeiras semanas, a ênfase do trabalho será a parte física, e com a evolução dos treinos, amistosos serão marcados pela diretoria.

Ao iniciar a montagem do elenco, o Friburguense já contava com uma base de jogadores mais ou menos montada. Nomes como os do goleiro Afonso, o zagueiro Bruno, o volante Bidu e o atacante Ziquinha, dentre outros, estavam já confirmados.

Dentro das possibilidades financeiras, a direção tricolor vai ao mercado e deve priorizar, além da identificação de alguns atletas com o clube, o ritmo de jogo (atletas que já estivessem em atividade). O retorno de jogadores que já vestiram a camisa tricolor também não é considerado, mas depende de negociações. Nomes serão anunciados em breve.

Outro fator importante do Friburguense para a temporada é a manutenção do trabalho de Cadão. Ex-zagueiro e ídolo da torcida, o treinador está mantido no cargo para 2019. A diretoria de futebol do Tricolor avalia como positiva a primeira experiência à frente do time profissional, no ano passado, e por isso dará continuidade.

 Em 2018, o Frizão fez partidas consistentes, conseguiu encaixar um bom futebol na maioria dos jogos e foi sempre competitivo, esbarrando em alguns detalhes que não permitiram a briga mais direta pelo acesso à Série A ou a classificação para a final da Copa Rio.

"Nesse período sem trabalhar no profissional a gente estuda, procura buscar coisas novas para o treinamento. É diferente ser companheiro dentro e de campo e depois ter que comandá-los. Vamos tentar colocar em prática algumas coisas novas que aprendemos para atingir os objetivos", afirma o treinador.

TAGS: futebol