Frio, com lucros

quinta-feira, 16 de junho de 2016
por Jornal A Voz da Serra

ENTREVISTA publicada na edição de ontem, 16, de A VOZ DA SERRA com o secretário municipal de Turismo, Nauro Grehs mostra que o município ainda tem muitos desafios a superar para devolver a atividade turística de Nova Friburgo, recolocando-a em lugar de destaque no estado do Rio. E, pelo que demonstrou, os caminhos estão sendo abertos com muito esforço e dedicação.

O TURISMO ainda é a grande vocação friburguense e o inverno abre a estação onde se inclui entretenimento à altura dessa expectativa, não apenas para os turistas que visitam a cidade nessa época do ano, em busca do lazer, como para o friburguense em geral. A estação é uma boa época para Nova Friburgo se revelar no calendário turístico com perspectivas de bons negócios, alavancados pela fria estação.

AS ATRAÇÕES turísticas são muitas nesta época do ano e o ponto alto da administração pública fica por conta do tradicional Festival de Inverno, que, se realizado este ano, promete atrair muitos visitantes à cidade. A nova estação é favorável às produções culturais como um atrativo que incorpora todo o significado do turismo friburguense, fixando a imagem do município como centro de lazer e entretenimento. A inclusão do Teatro Municipal Laercio Ventura no roteiro artístico e cultural da cidade é um estímulo para a criação de novas plateias e novas promoções artísticas.

ALÉM DOS atrativos da estação, o município continua como importante polo de comércio da moda íntima que traz turistas em qualquer época do ano a Friburgo. O conhecido comércio de lingeries movimenta a economia diariamente expandindo sempre o turismo de negócios, como se pode observar nas feiras anuais da Fevest, além, é claro das vendas a atacado do polo friburguense. O turismo, portanto, também tem o seu braço na produção industrial local, oferecendo uma ampla rede de serviços a quem busca a cidade para negócios.

A INFRAESTRUTURA friburguense, através de uma ampla rede de restaurantes, pousadas e hotéis continua oferecendo o que há de melhor ao turista, confirmando a tradição e respondendo a demanda com qualidade e hospitalidade. É seu papel nesse mercado importante e cada vez mais a iniciativa privada investe na ampliação do turismo interno.

CABE AO poder municipal continuar a compartilhar iniciativas com a atividade turística, oferecendo ao visitante uma infra-estrutura urbana receptiva, com serviços públicos de qualidade. Através de pontos de informações, folheteria e divulgação na mídia turística nacional o governo manterá laços de efetivo comprometimento com o setor, valorizando uma atividade de igual importância aos empreendimentos industriais e comerciais.

O GRANDE potencial turístico não pode prescindir de um entendimento entre o governo municipal e os empreendedores através de incentivos e promoção para sua expansão. Através de iniciativas como a formação profissional do setor e uma política de incentivos fiscais podem beneficiar a atividade e mesmo expandi-la, respondendo à altura este importante setor da economia friburguense.  

TAGS: