Friburguense estreia nesta quarta na Copa Rio contra o Maricá

Disputa será no formato de mata-mata e, pelo segundo ano consecutivo, contará com a participação de 25 clubes
quarta-feira, 19 de junho de 2019
por Vinicius Gastin (esportes@avozdaserra.com.br)
Caso consiga eliminar o Maricá, Tricolor da Serra vai reencontrar o Bangu nas oitavas de final
Caso consiga eliminar o Maricá, Tricolor da Serra vai reencontrar o Bangu nas oitavas de final

Parece replay, e na prática, não deixa de ser. O sorteio realizado na sede da Federação de Futebol do Rio de Janeiro determinou o reencontro entre Friburguense e Maricá na primeira fase da Copa Rio deste ano, exatamente como aconteceu na última temporada. Não bastasse essa coincidência, o adversário na fase seguinte, caso o Frizão se classifique, também será o mesmo de 2018: o Bangu, dono de umas melhores campanhas da Série A do Campeonato Carioca deste ano.

O jogo de ida acontece nesta quarta-feira, 19, quando o Tricolor da Serra faz a primeira partida no estádio Alzirão. Na semana que vem, dia 26, o Frizão decide a vaga em casa. As datas reservadas para as oitavas de final, nos possíveis duelos contra o Bangu, são 3 e 7 de julho.

Não há novidade na fórmula de disputa, que será no formato de mata-mata, e pelo segundo ano consecutivo, contará com a participação de 25 clubes. Ao todo, serão seis clubes da Série A (Boavista, Portuguesa, Cabofriense, Bangu, Madureira e Volta Redonda), oito da Série B1 (América, Americano, Sampaio Corrêa, Audax Rio, Bonsucesso, Friburguense, Tigres do Brasil e Serra Macaense), oito da B2 (Nova Cidade, Campos, Maricá, Pérolas Negras, Queimados, 7 de Abril, Barra Mansa e Araruama) e mais duas equipes da Série C, que serão o campeão, Mageense, e Campo Grande.

Caminho levou Frizão às semifinais

Para o torcedor supersticioso, a repetição da tabela nas duas primeiras fases pode ser um bom indicativo. Em 2018, o Tricolor da Serra fez grande campanha, chegou às semifinais, mas acabou caindo para o Itaboraí, nos pênaltis, em jogo disputado no Alzirão.

Os dois duelos com o Maricá – uma das sensações da Série B2 à época – foram bastante equilibrados, e depois de perder por 1 a 0 fora de casa, o Frizão marcou no último minuto com Jefinho, venceu por 3 a 2 e avançou nos pênaltis.

O próprio Jefinho marcou, em Moça Bonita, o gol olímpico da vitória por 1 a 0 e da classificação do Friburguense contra o Bangu, após o empate sem gols em Nova Friburgo. Na fase seguinte, o Tricolor passou pela Portuguesa, mas sem grandes emoções. Depois dos 3 a 0 na serra, o time comandado por Cadão administrou a vantagem no Luso-Brasileiro, e mesmo com a derrota por 1 a 0, chegou às semifinais.

Os confrontos da Copa Rio

Primeira fase – 19 e 26/06

  • Friburguense x Maricá
  • Bonsucesso x Barra Mansa
  • Tigres do Brasil x 7 de Abril
  • Americano x Arraial do Cabo
  • Audax Rio x Pérolas Negras
  • Serra Macaense x Campos
  • Sampaio Corrêa x Mageense
  • Queimados x Campo Grande

 

Oitavas de final – 3 e 10/07

  • Friburguense ou Maricá x Bangu
  • Bonsucesso ou Barra Mansa x Cabofriense
  • Tigres do Brasil ou 7 de Abril x Volta Redonda
  • Americano ou Arraial do Cabo x Boavista
  • Audax Rio ou Pérolas Negras x Madureira
  • Serra Macaense ou Campos x Portuguesa
  • Sampaio Corrêa ou Mageense x América
  • Queimados, Profute ou Campo Grande x Nova Cidade

 

TAGS: futebol