Estação Livre deve ter as laterais fechadas em quatro meses

Licitação já data marcada: será no dia 16. Entorno também receberá melhorias
sábado, 30 de março de 2019
por Paula Valviesse (paula@avozdaserra.com.br)
A Estação Livre (Foto: Henrique Pinheiro)
A Estação Livre (Foto: Henrique Pinheiro)

A Prefeitura de Nova Friburgo publicou nesta sexta-feira, 29, no Diário Oficial, em A VOZ DA SERRA, a data para a licitação da segunda obra a ser executada com o recurso de quase R$ 26 milhões, destinado ao “pacotão de obras” anunciado em fevereiro. O edital para tomada de preço, que tem como objetivo contratar uma empresa de engenharia para a realização de obras de remodelação do pátio e da cobertura anexa da Estação Livre (antiga rodoviária urbana, na Praça Getúlio Vargas) estará disponível a partir do próximo dia 16 de abril, às 10h30.

O processo tem valor estimado em R$ 1.228.876,38. Na publicação, é utilizado o nome oficial do prédio: Centro Cultural César Guinle. As empresas interessadas poderão retirar o edital no site da prefeitura, pelo endereço eletrônico, ou na sala da Comissão Permanente de Licitações da prefeitura, que funciona das 9h às 17h, no Centro Administrativo César Guinle, na Avenida Alberto Braune, 224, Centro (antigo prédio da Oi).

Durante a assinatura do contrato para a primeira obra do pacotão, que é a do término do anexo do Hospital Municipal Raul Sertã, o prefeito Renato Bravo detalhou suas  expectativas quanto à cobertura da Estação Livre: “O processo licitatório já está pronto, mas será lançado somente no dia 16 por conta dos prazos legais que precisam ser cumpridos. Esse é um projeto que foi pensado para dar mais comodidade para a população que utiliza o local para embarque e desembarque do transporte coletivo. Ele não mexe com a estrutura da estação, o que será feito é uma ampliação da cobertura nas laterais e também melhorias no entorno”, explicou Renato.

Como as intervenções não serão no prédio principal, será mantido na estrutura de madeira do telhado da antiga rodoviária, o símbolo das cidades co-irmãs Fribourg-Nova Friburgo. Na estrutura interna do telhado estão esculpido dois “Fs”, que simbolizam a união entre a cidade suíça e o município, tendo como tema “Dois povos, um só coração”.

Ainda segundo a prefeitura, a previsão de conclusão da obra é final de agosto ou início de setembro. Renato Bravo explicou também que os prazos dependem da empresa vencedora da licitação. Há ainda os prazos regimentais da própria licitação. “Acredito que no caso da cobertura da Estação Livre, o tempo máximo para inauguração seja de quatro meses”, prevê o prefeito.

Além da cobertura, consta no projeto a reestruturação da área do entorno da Estação Livre. Na época do anúncio do pacote de obras, o projeto apresentado continha a construção de muretas de proteção e proibição do estacionamento de veículos no trecho ímpar da Praça Getúlio Vargas, para que os ônibus possam estacionar sem comprometer o trânsito com manobras. Deverão ser mantidos naquele trecho apenas o ponto de táxi.

“Vamos organizar o trânsito para que as pessoas tenham mais segurança ao atravessar na faixa de pedestres, assim como para que haja mais segurança no embarque e desembarque dos coletivos. Esse trecho tem um fluxo muito grande não só de ônibus, mas também de veículos de passeio”, observou o prefeito.

 

TAGS: obra