Energisa renegocia pagamento de contas de luz atrasadas

Concessionária oferece facilidades como parcelamento de débitos em até 12 vezes
terça-feira, 07 de novembro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Energisa renegocia pagamento de contas de luz atrasadas

Clientes que possuem contas de luz em atraso há mais de 30 dias em Nova Friburgo podem negociar o débito com condições especiais a partir desta segunda-feira, 6. As vantagens serão oferecidas para clientes residenciais, comerciais, industriais e rurais de baixa tensão da área de concessão da Energisa.

Segundo a Energisa, dos 103 mil contribuintes, há mais de 27 mil inadimplentes.

A concessionária oferece isenção de todas as taxas para o cliente que pagar à vista a conta vencida há mais de dois meses.

Contas vencidas há mais de 30 dias podem ser pagas em três vezes, somente com multa de 2%, desde que o cliente pague a primeira parcela à vista. Há isenção nas demais taxas.

Outra opção é pagar a conta vencida em 6 vezes parcelas, sendo a primeira à vista. Neste caso, não há isenção de juros, multa ou correção até a data da repactuação. O parcelamento sai com juros de 0,5% ao mês.

Há ainda a opção de parcelar a conta vencida há mais de 30 dias em 12 vezes, quitando a primeira parcela à vista. O cliente não tem isenção de juros, multa ou correção até a data da repactuação, e parcelamento com juros de 1% ao mês. Em condições normais, a quantidade máxima de parcelas é 6 com juros de 1%.

“Estamos oferecendo condições excelentes aos nossos clientes, que vai desde à isenção total ao parcelamento em até 12 vezes, além da redução dos juros. Essa é mais uma oportunidade para os nossos clientes negociarem as contas em atraso com condições especiais, facilitando o pagamento de dívidas e evitando contratempos”, disse o gerente de Serviços Comerciais da Energisa, Luciano Lima.

O cliente interessado em uma das propostas precisa comparecer à agência de atendimento presencial, na Praça Getúlio Vargas, no Centro, e apresentar a carteira de identidade, CPF e a conta de energia elétrica ou o número do medidor para renegociar a dívida com a concessionária.

 

TAGS: