Emocionado com o carinho dos friburguenses, Romerito pretende retornar em 2018

Craque participou de churrasco no sábado e visitou Lumiar na segunda-feira
segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017
por Márcio Madeira
Eterno craque do Fluzão, Romerito (ao centro) prestigiou a folia na serra participando do desfile do bloco de embalo Máquina Tricolor, junto a Gustavo Valladares e Alessandro Monnerat, conhecidos tricolores da cidade
Eterno craque do Fluzão, Romerito (ao centro) prestigiou a folia na serra participando do desfile do bloco de embalo Máquina Tricolor, junto a Gustavo Valladares e Alessandro Monnerat, conhecidos tricolores da cidade

A passagem do ex-jogador Julio César Romero Insfrán — o popular Romerito — por Nova Friburgo foi um daqueles momentos históricos, não apenas para os friburguenses que torcem para o Fluminense Football Club, mas para qualquer um que saiba apreciar uma relação de carinho e respeito que atravesse gerações.

Considerado por muitos analistas o maior jogador paraguaio de todos os tempos, “Don Romero”, como é carinhosamente chamado pelos torcedores, chegou a Nova Friburgo ainda no sábado, 25, e conquistou a todos com seu temperamento acessível e amistoso, durante um churrasco que foi oferecido em sua homenagem. Incansável como costumava ser nos gramados, Romerito posou para milhares de fotos, ouviu e contou histórias, autografou incontáveis camisas, e jamais perdeu o bom humor. Ao contrário, o craque se emocionou em diversos momentos, e chegou a chorar quando se reencontrou com o ex-presidente do Fluminense Álvaro Chaves, também curtindo o carnaval friburguense.

No domingo, 26, o homem que jogou no Cosmos de Nova Iorque com gigantes como Pelé e Franz Beckenbauer caminhava à vontade pela calçada da Avenida Alberto Braune durante a concentração do Bloco Máquina Tricolor, ao alcance de qualquer pessoa que quisesse cumprimentar, ou eternizar o instante através de uma foto ou assinatura. Tocado pelo carinho dos friburguenses, Romerito manifestou o desejo de voltar à serra no carnaval de 2018, e ainda continuava em Nova Friburgo no momento em que esta edição foi fechada. Na segunda-feira, 27, foi a vez do pessoal de Lumiar conviver com o craque, autor do gol que definiu o Campeonato Brasileiro de 1984 em favor do Tricolor das Laranjeiras.

A vinda de Romerito foi possível graças à união de esforços entre o Bloco Máquina Tricolor e as torcidas Fluburgo, Young Flu e Flubeer, e não envolveu qualquer transação financeira que fosse além da passagem e as despesas básicas. O craque veio por amor à torcida, mas ainda assim é justo registrar o empenho de pessoas como Higor Linhares, presidente do bloco, além de Daniel e Robson Turque e Heraldo Amaral, entre muitos outros, que prometem trazer outros ídolos no ano que vem. O bloco também investiu na formação de uma bateria, com a recente aquisição de vinte peças de percussão.

O mais importante, contudo, foi observar o clima familiar e pacífico do desfile, sem qualquer animosidade no contato com torcedores de outros times, como deveria acontecer sempre. A todos que curtiram a festa, Romerito já está deixando saudades.

TAGS: carnaval 2017