Em casa, Friburguense estreia na Série B1 em busca do sonhado acesso

Retorno à primeira divisão do futebol estadual não é só obsessão, mas questão de sobrevivência
sábado, 25 de maio de 2019
por Vinicius Gastin (esportes@avozdaserra.com.br)
Damião, Rodrigo, Toshyia e Digão: retornos e reforços na montagem do elenco para 2019
Damião, Rodrigo, Toshyia e Digão: retornos e reforços na montagem do elenco para 2019

Pela terceira temporada consecutiva, tornou-se impossível escrever sobre o Friburguense e não citar a palavra acesso. Desde a queda para a Série B1 do Campeonato Carioca, em 2016, o retorno à primeira divisão do futebol estadual não é apenas obsessão, como também, cada vez mais, uma questão de sobrevivência. As temporadas passam, os recursos mínguam, as dívidas ficam.

O projeto de crescer no cenário nacional não foi abandonado, mas voltar a figurar entre os principais do Rio de Janeiro é primordial. O primeiro passo pode ser dado neste sábado, 25, às 15h, quando o Tricolor recebe o Duque de Caxias no Eduardo Guinle. Os ingressos são vendidos nas bilheterias do estádio, a preços que variam entre R$ 10 e R$ 20. Antes, às 12h45, se enfrentam os juniores das duas equipes.

O reflexo das inúmeras dificuldades enfileiradas pela queda é a renovação do elenco. Algo que já acontecia em outros anos, mas muito mais por opção do que necessidade. Diante da impossibilidade de concorrer com times rivais da mesma divisão pela contratação de jogadores, a diretoria de futebol do Friburguense utilizou as estratégias de fechar parcerias com outros clubes – em especial Nova Iguaçu, Resende e Americano – e trazer de volta alguns atletas identificados. Boa parte deles com experiência de competição e ritmo de jogo, uma vez que vários atuaram na Série A Estadual.

"A gente precisava montar um time para começar a jogar em 40 dias, e por isso fizemos essa opção de trazer atletas que já estavam em atividade, que participaram da primeira divisão. O pessoal da casa também está voltando. Ano passado tivemos jogadores que vieram por empréstimo, mas sabíamos que eles voltariam para a primeira divisão. A maioria terminou o campeonato em setembro, e como só disputaríamos uma nova competição em maio, não teríamos condições de segurar. Precisamos buscar ações, pois temos um gasto mínimo de R$ 100 mil a R$ 130 mil por mês, ou seja, um custo de campeonato entre R$ 800 mil e R$ 900 mil", explica o gerente de futebol Siqueirinha.

Além das novidades dentro de campo, o Friburguense também reforçou a comissão técnica. Cadão vai dar continuidade ao trabalho à frente da equipe, e terá ao seu lado Sérgio Gomes, recém aposentado dos gramados, como auxiliar. Outra novidade é o retorno de Gérson Andreotti, como uma espécie de gerente técnico. O ex-goleiro Zé Romário também foi contratado para ser o preparador de goleiros.

Na comissão técnica, o Friburguense conta ainda os preparadores físicos Ana Paula Siqueira, Felizardo e Leonan, o fisioterapeuta Júnior Arrais e o fisiologista Gustavo Pergentino, além do trabalho de coach de Sávio Badini.

Elenco reforçado

Murillo, Magrão, Jorge Luiz e Ricardo (este vinculado ao Friburguense) estão entre os atletas que retornaram a Nova Friburgo. Chegaram ainda o goleiro Bruno, o zagueiro Mateus Raniel, os volantes Wellington e Ernesto, os meias Dieguinho, Nathan e Gustavo, o lateral direito Denner, o lateral esquerdo Digão e o atacante Vinícius.

Do Resende, o lateral Wallace Camilo retorna, e do Macaé, vem o meia Donovan, além do atacante Lucas, que teve passagens pelo time do Norte Fluminense. Os últimos reforços a chegar foram o atacante Rodrigo, que estava no Afogados de Pernambuco, e o goleiro Jorge Luiz, que tem passagens pelas divisões de base do Friburguense e recentemente atuou no futebol mineiro.

Além dessas novidades, o goleiro Afonso, os laterais Murillo e Ricardo, os zagueiros Bruno e Júlio Cesar, os volantes Bidu e Damião e os atacantes Ziquinha e Toshyia também estão confirmados no grupo tricolor. Da base vieram o zagueiro e volante Carlos Wallaf e o lateral esquerdo Breno (irmão do zagueiro Bruno), além de João Victor, reintegrado ao elenco.

A preparação contou com atividades em Nova Friburgo, um período de treinos no CT da Aldeia da Criança, em Salinas, e a realização de cinco amistosos. O Friburguense encarou Itaboraí, Boavista, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu e Sampaio Corrêa.

"A equipe marcou e se comportou bem nos amistosos. É isso que nos deixa contentes, o fato de o grupo apresentar uma evolução, entendendo aquilo que desejamos passar para eles. Depois dessa sequência do trabalho, temos tudo para estrear bem contra o Duque de Caxias, já fazendo um bom jogo", pontua Cadão.

Regulamento

A Série B1 deste ano terá 19 participantes em busca das duas vagas na Seletiva de 2020. A tabela e o regulamento da categoria Sub-20 são iguais aos do Profissional. O regulamento é praticamente o mesmo, com uma mudança: caso algum time vença os dois turnos (Taças Santos Dumont e Corcovado), ele já garante o acesso antecipadamente e se classifica para a final, assim como acontece na Série A. Os dois melhores da classificação geral, neste caso, disputam a segunda vaga.

Integrante do grupo com nove equipes, o Tricolor fará um total de oito jogos na Taça Santos Dumont, sendo três no Eduardo Guinle e outros cinco fora de Nova Friburgo. Depois do duelo com o Duque de Caxias, o Frizão sai para enfrentar o Serrano, recebe o Itaboraí, viaja para encarar Bonsucesso e Barra da Tijuca em sequência, joga a sexta partida em casa contra o Tigres do Brasil, sai para pegar o Serra Macaense, folga na oitava rodada e fecha o turno contra o Campos, também longe de Nova Friburgo.

Participam da edição deste ano, além do Friburguense, as equipes do Artsul, Audax Rio, Duque de Caxias, Nova Cidade, Tigres do Brasil, São Gonçalo, Gonçalense, Itaboraí, Barra da Tijuca, Bonsucesso, Olaria, Serrano, Campos, Serra Macaense, Angra dos Reis, Sampaio Corrêa, América e Goytacaz.

Tabela do Frizão

Taça Santos Dumont

25/mai - Sáb - Friburguense x Duque de Caxias, Eduardo Guinle

02/jun - Dom – Serrano x Friburguense, Atílio Marotti

12/jun - Qua - Friburguense x Itaboraí, Eduardo Guinle

15/jun - Sáb - Bonsucesso x Friburguense, a definir

22/jun - Sáb - Barra da Tijuca x Friburguense, a definir

29/jun - Sáb - Friburguense x Tigres, Eduardo Guinle

06/jul - Sáb - Serra Macaense x Friburguense, Moacyrzão

20/jul - Sáb - Campos x Friburguense, Ângelo de Carvalho

 

Taça Corcovado:

03/ago - Sáb - Friburguense x Sampaio Corrêa, Eduardo Guinle

10/ago - Sáb - Gonçalense x Friburguense, Alzirão

17/ago - Sáb - Friburguense x Nova Cidade, Eduardo Guinle

24/ago - Sáb - São Gonçalo x Friburguense, Alzirão

31/ago - Sáb - Friburguense x Artsul, Eduardo Guinle

04/set - Qua - Audax x Friburguense, Moça Bonita

07/set - Sáb - Friburguense x Angra dos Reis, Eduardo Guinle

11/set - Qua – América x Friburguense, Giulite Coutinho

14/set - Sáb – Friburguense x Olaria, Eduardo Guinle

18/set - Qua – Goytacaz x Friburguense, Ary de Oliveira

 

1ª rodada da Série B1

São Gonçalo x Artsul

Angra dos Reis x Audax

Gonçalense x Olaria

Sampaio Corrêa x Goytacaz

Nova Cidade x América

Barra da Tijuca x Itaboraí

Tigres x Campos

Friburguense x Duque de Caxias

Bonsucesso x Serrano

 

O elenco do Frizão

Goleiros: Afonso, Bruno e Jorge Luiz

Laterais: Murillo, Wallace Camilo, Digão, Breno e Ricardo

Zagueiros: Júlio César, Bruno, Magrão, Raniel e Carlos Wallaf

Volantes: Bidu, Damião, Wellington e Ernesto

Meias: Jorge Luiz, Dieguinho, João Victor, Gustavo, Nathan e Donovan

Atacantes: Toshyia, Dedé, Rodrigo, Vinícius, Ziquinha e Lucas

 

Comissão técnica

Técnico: Cadão

Auxiliar-técnico: Sergio Gomes

Supervisor: Gerson Andreotti

Preparadores Físicos: Felizardo, Ana Paula Siqueira e Leonan

Preparador de Goleiros: Zé Romário

Fisioterapeuta: Júnior Arrais

Fisiologista: Gustavo Pergentino

Gerente de Futebol: José Siqueira

 

TAGS: futebol