EDITORIAL: Doar sangue é um gesto de cidadania e de amor

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Flickr)
(Foto: Flickr)

O HEMORIO, vinculado à Secretaria estadual de Saúde, lançou na terça-feira, 19, a 13ª edição da campanha “Vista a Fantasia da Solidariedade” para incentivar a população a doar sangue e reforçar os estoques para o carnaval. O objetivo é manter a média de doações de sangue por dia no carnaval, período em que as pessoas deixam de comparecer aos bancos de sangue por conta das festas.

HISTORICAMENTE, há uma queda de pelo menos 50% no número de doações voluntárias nos dias de folia. No entanto, durante as duas primeiras semanas de janeiro, o hemocentro friburguense registrou queda na coleta de sangue por dia. Para mais informações, o voluntário deve ligar para o Disque Sangue (0800 282 0708), que esclarece dúvidas e informa o endereço das outras unidades de coleta distribuídas pelo estado.

NÃO É A primeira vez que A VOZ DA SERRA fala do problema, porém, a permanente dificuldade do banco de sangue instalado em Nova Friburgo em captar doadores merece novamente a atenção de todos. Estoques baixos ou no limite mínimo fazem parte do cotidiano da instituição, oferecendo uma preocupação para quem precisa de sangue.

A BAIXA frequência de doadores em Nova Friburgo não é um fato isolado. Constantemente os bancos de sangue do país buscam doadores e muitos casos graves ocorrem por falta do material. E nestes tempos onde a velocidade combinada com a bebida provoca verdadeiras tragédias, o estoque de sangue é condição mais que necessária para a salvação.

CAMPANHAS de todos os tipos, como agasalhos, alimentos e brinquedos existem anualmente, porém, poucas são aquelas destinadas a aumentar o número de doadores em Nova Friburgo. Comum em tantas cidades brasileiras, a doação ganha ares educativos e se constitui num elemento a mais para aumentar os laços de civilidade e harmonia nas comunidades.

MUITAS vezes a solidariedade do friburguense foi posta à prova e a resposta foi a melhor possível. Em momentos trágicos ou não, a ajuda da comunidade foi fundamental, revelando o caráter fraterno da população, que se sensibiliza aos pedidos de auxílio. A mesma atitude o cidadão também deveria ter com relação à doação de sangue. Afinal a vida depende dele e negá-lo seria jogar por terra todo o bom conceito que o friburguense desfruta. Doar sangue é um gesto de cidadania e de amor.

TAGS: