Dezembro cultural

terça-feira, 22 de dezembro de 2015
por Jornal A Voz da Serra

EMBORA NÃO se observe muito otimismo do consumidor brasileiro que vai às compras neste Natal de ajuste econômico, muitos setores aproveitam o grande movimento e se beneficiam com a descontração e do clima das festas de fim de ano. A cultura é um deles, pois contempla a população com uma vasta programação neste fim de 2015.

TANTO A prefeitura, através das secretarias de Turismo e Cultura, como os diversos realizadores culturais e artísticos de Nova Friburgo estão presentes neste mês com cantatas, exposições, shows, teatro e concertos musicais por toda a cidade. Só não adere à programação quem pretende ficar fora da festa. A cultura friburguense agrega valores ao turismo e ao comércio compondo um tripé que movimenta a economia do município.

O DESENVOLVIMENTO da cidade requer a ampliação das atividades culturais, oferecendo produções à comunidade não apenas nos bairros centrais, mas, principalmente, nos distritos mais afastados, permitindo que haja uma verdadeira inclusão cultural da população. Isto pode ser feito através de parcerias com as comunidades, pois estas participam e tradicionalmente os resultados sempre superam as expectativas.

O COMPROMISSO da cultura com a população não se restringe apenas aos friburguenses. Braço direito do turismo, a cultura motiva a geração de novos negócios que ampliam o conceito do município como importante polo cultural do interior fluminense, oferecendo uma cultura de qualidade não apenas aos seus habitantes como também aos de cidades vizinhas, carentes dessa formação.

TAMBÉM é de importância relevante a participação da Câmara Municipal no processo cultural friburguense através da elaboração de leis que beneficiem a população com estímulos para a formação de plateias e vantagens fiscais para os patrocinadores de eventos culturais. Muitas iniciativas já foram tomadas em benefício da cultura, porém, é necessário que o Poder avalie e discuta este importante setor que gera emprego e renda no município.

NOVA FRIBURGO precisa se beneficiar dessa condição. Os governantes devem ter como meta gerir os destinos da cidade buscando a qualidade de vida da população, sendo a cultura um aliado de peso. Como estamos vendo neste fim de ano, os projetos culturais friburguenses apontam para um ano promissor com qualidade e diversidade. Este deve ser o caminho da cultura em 2016.

TAGS: