Debate no Colégio Anchieta é marcado por propostas e cordialidade

Conheça os temas que cada candidato abordou no encontro na tarde da última segunda-feira
terça-feira, 20 de setembro de 2016
por Márcio Madeira
O debate foi realizado no ginásio do colégio (Foto: Marcio Madeira)
O debate foi realizado no ginásio do colégio (Foto: Marcio Madeira)

O ginásio do tradicional Colégio Anchieta abrigou, na tarde de segunda-feira, 19, cinco candidatos a prefeito em Nova Friburgo, para um debate promovido pelo grêmio estudantil da instituição. A mediação coube ao professor Daniel Campos, coordenador de área de Geografia, e o encontro durou aproximadamente duas horas. Estiveram presentes a candidata Grace Arruda (PMDB/PSL) e os candidatos Hugo Moreno (PSTU), Glauber Braga (Psol/PPL/PCdoB/PCB), Renato Abi-Ramia (PT/PR/SD/Pros) e Renato Bravo (PP/PDT/PSDC/PV/PMB). A única ausência coube a Rogério Cabral (DEM/PHS/PRB/PTB/PTN/PSC/PPS/PRTB/PSDB/PSD/PTdoB), que enviou carta à organização explicando que não poderia participar de compromisso de campanha durante o horário de seu expediente como prefeito. Rogério, contudo, se colocou à disposição dos estudantes para ser sabatinado em outra oportunidade.

Dividido em cinco etapas, o debate diferenciou-se por dar bastante tempo à apresentação dos programas de governo (cinco minutos para cada candidato, na abertura do encontro), e por não conter perguntas ou comentários feitos entre concorrentes. Esta segunda opção praticamente eliminou a troca de ataques diretos, e manteve o foco das declarações em matérias propositivas, de tal modo que talvez fosse mais apropriado definir o evento como uma sabatina coletiva do que propriamente como um debate entre os candidatos.

Após a leitura da carta enviada em nome do prefeito, e da apresentação feita por cada um dos cinco candidatos presentes, ordenados conforme suas posições na mesa, todos foram convidados a dar mais detalhes sobre um ponto específico de seus respectivos planos de governo, definido pelos estudantes, durante dois minutos.

Já a terceira fase do evento confrontou cada candidato com três perguntas elaboradas especificamente para eles pelo grêmio estudantil do Anchieta. Por fim, na quarta etapa os candidatos foram sorteados para responder a perguntas gerais, ao passo que no encerramento cada um teve um minuto para responder à mais fundamental das perguntas envolvendo um candidato: “por que quer ser prefeito?”.

Conheça os temas que cada candidato abordou

Grace Arruda: Na segunda etapa, a candidata foi convidada a explicar seu plano para estimular emprego e renda. Já na terceira etapa, Grace falou sobre rodoviária urbana e integração; políticas voltadas à comunidade LGBT; e educação. Por fim, na quarta etapa, a candidata falou sobre a desejada vinda de um curso de medicina para Nova Friburgo e sua política de incentivo à prática esportiva.

Hugo Moreno: Na segunda etapa, o candidato foi convidado a explicar seu plano para estimular as práticas esportivas. Já na terceira etapa, Hugo foi questionado a respeito do alegado radicalismo do PSTU; sobre como devem ser as relações com concessionárias de água, luz e transportes; e também sobre estrutura tributaria. Por fim, na quarta etapa, o candidato falou sobre a atuação do prefeito em favor da consolidação de uma cidade universitária e sua política de incentivo à cultura.

Glauber Braga: Na segunda etapa, o candidato foi convidado a explicar seu plano para a saúde em Nova Friburgo. Já na terceira etapa, Glauber foi questionado a respeito do modelo de consulta popular e formas de aumentar o controle social; sobre gestão fiscal e austeridade; e também sobre mortalidade infantil e o hospital maternidade. Por fim, na quarta etapa, o candidato falou sobre políticas para a juventude e para pessoas com necessidades especiais.

Renato Abi-Ramia: Na segunda etapa, o candidato foi convidado a explicar seu plano para estimular as práticas culturais. Já na terceira etapa, Abi-Ramia foi questionado a respeito da aparente contradição de ser apoiado por partidos que foram contrários e favoráveis ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff; sobre o futuro do Hospital Raul Sertã; e a identificação e o amparo a áreas de riscos ambientais. Por fim, na quarta etapa, o candidato falou sobre assistência social, e como aproveitar as vocações da cidade.

Renato Bravo: Na segunda etapa, o candidato explicou seu plano para aumentar a segurança. Já na terceira etapa, Bravo foi questionado a respeito da proposta de criação do centro especializado de atenção a pessoa em situação de rua; sobre a importância de dar especialização aos profissionais da saúde e como a financiar; e também sobre sua relação com o governo do estado. Por fim, na quarta etapa, o candidato falou sobre a geração de emprego e os polêmicos eucaliptos da Praça Getúlio Vargas.

Rogério Cabral: O candidato não participou do debate, mas enviou carta à organização justificando a ausência por se tratar de compromisso em horário de expediente como prefeito municipal. Rogério, contudo, se prontificou a participar de sabatina com os estudantes em oportunidade posterior.      

TAGS: Eleições 2016