Debate da OAB dá o tom da campanha eleitoral em 2016

Primeiro confronto direto entre os candidatos a prefeito apresentou características de cada projeto de governo, bem como estratégias de desconstrução de adversários que devem ser adotadas na reta final das campanhas
sábado, 10 de setembro de 2016
por Márcio Madeira
Debate da OAB dá o tom da campanha eleitoral em 2016

Link para a cobertura completa do debate: http://avozdaserra.com.br/noticias/debate-entre-candidatos-prefeito-pontuado-por-confrontos-acalorados

O primeiro debate entre os candidatos a prefeito de Nova Friburgo, realizado pela 9ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, contou com a presença de todas as chapas inscritas e lotou as dependências do Teatro Irmã Sania Cosmelli na noite desta sexta-feira, 9.

Durante quase três horas, com apenas um intervalo de aproximadamente dez minutos, cada candidato teve a palavra por sete vezes, num total de 13 minutos, além, é claro, dos poucos casos de direito de resposta que foram concedidos pela comissão específica formada para este fim, a partir da interpretação de casos de calúnia, injúria ou difamação. Tudo de acordo com as regras estabelecidas previamente em conjunto com advogados dos candidatos – e do próprio candidato, no caso de Hugo Moreno.

Naturalmente, por se tratar do primeiro debate, houve problemas de organização. Os trabalhos foram iniciados com 40 minutos de atraso, houve falta de lugares e algumas pessoas que esperaram por horas não conseguiram entrar, gerando um clima de tensão na porta do Teatro Irmã Sania Cosmelli. Além disso, durante o encontro, microfones e cronômetros falharam, e em alguns momentos foi impossível conter as manifestações da assembleia, apesar dos esforços dos mediadores Rafael Borges e Elizabeth Siqueira. Aliás, é possível esperar uma disputa maior pelos espaços reservados à militância nos próximos encontros, uma vez que nesta primeira oportunidade notou-se a predominância evidente de um grupo político específico.

Apesar dos percalços, contudo, o saldo final foi extremamente positivo, e a organização merece todo o reconhecimento. Ao fim das atividades os presentes puderam ter uma ideia muito clara sobre os principais aspectos e diferenciais de cada plano de governo, bem como das estratégias que serão utilizadas nas tentativas de desconstrução dos adversários.

No fim, portanto, a discussão sobre quem terá “vencido” o debate acaba sendo inócua. Os vencedores, sem sombra de dúvida, foram os poucos cidadãos que tiveram oportunidade de acompanhar os trabalhos.

E a boa notícia é de que a OAB está considerando realizar em breve um segundo debate, desta vez com os candidatos a vice-prefeito(a).

TAGS: debate | Eleições 2016 | eleições | OAB