Concerto, homenagens e emoção no Centenário do Colégio Modelo

Euterpe levou ao palco do Teatro Municipal até um “solo de máquina de escrever”, do compositor americano Leroy Anderson
terça-feira, 02 de abril de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Noite teve diversas homenagens, garantindo emoção e reverência a personalidades
Noite teve diversas homenagens, garantindo emoção e reverência a personalidades

Prosseguindo a programação dos cem anos de fundação do Colégio Modelo, na noite de sábado à noite, 30, mais um capítulo da história centenária foi escrito a muitas mãos. O concerto da Real Banda Euterpe Friburguense, com quatro solistas, levou ao palco do Teatro Municipal Laercio Ventura, até um “solo de máquina de escrever”, com apresentação da cena musical ‘The Typewriter’, do compositor americano Leroy Anderson (1908-1975).

Além da apresentação da sesquicentenária banda friburguense, sob a regência do maestro Nelson José da Silva Neto, a noite teve diversas homenagens, garantindo emoção e reverência a personalidades, com: solos do clarinetista Igor da Conceição, em ‘Carinhoso’ (Pixinguinha); tubista Tiago Pereira, ex-aluno do Modelo, em ‘Romance pour Cor’ (Camille Saint-Säens); e ‘Tributo a Burt Bacharach’ (arranjo de Enelruy Lira), com Valdir Teixeira, no sax.

Solo de máquina e o jornal do colégio

Encerrando a primeira das duas partes do espetáculo, o jornalista Girlan Guilland apresentou o ‘Concerto para máquina de escrever’, seguido da leitura do jornalista, com analogia ao informativo interno do educandário – de ‘Mercúrio, sua informação na dose certa’, editado pela então aluna, e hoje jornalista e trovadora Elisabeth Souza Cruz, incentivada na época, pelo professor João Carlos Côrtes Teixeira. Ao final de sua performance, Girlan Guilland, também diretor de comunicação da banda, dedicou sua apresentação à memória de Sérgio Madureira, que naquela data completavam-se exatos oito anos de seu falecimento.

Iniciado com as execuções dos hinos Nacional e de Nova Friburgo, o evento foi aberto com saudação da professora Judith Côrtes Teixeira Raposo. Representando as famílias dos fundadores, ela leu relato histórico, destacando os principais acontecimentos ao longo do último século, e citando importantes personagens na construção da trajetória de sucesso do educandário: os professores Messias de Moraes Teixeira, Conceição Abicalil, Carlos Côrtes Teixeira e Zélia dos Santos Côrtes, além de João Carlos.

Subiram ao palco duas bisnetas do professor Carlos Côrtes - Luize Marrie Côrtes Cabral e Patrícia Teixeira Veiga que entregaram um arranjo de flores ao vice-presidente administrativo da Euterpe, Francisco de Assis da Silva, em agradecimento pela participação da banda nos festejos.

Certificados

No intervalo do concerto, a diretora Regina Coeli Côrtes Teixeira Bayer, e a professora e também diretora Patrícia, entregaram os certificados em homenagem a diversos e ilustres ex-alunos.

Após a segunda parte do concerto, teve o tradicional ‘Parabéns pra você’, enquanto o professor e poeta Irapuã Guimarães declamou ‘Tributo ao poeta João Carlos’, dedicado ao saudoso professor, que nasceu no dia de São João (1945) e faleceu no dia de São Sebastião (2001).

Festividades

As festividades seguem, em maio, no desfile comemorativo do 201° aniversário de Nova Friburgo, com a participação da fanfarra dos ex-alunos. E em setembro, no desfile cívico pelo Dia da Independência, está programada a ‘Festa Julina do Centenário’, com participação da fanfarra do Colégio, e o Baile do Centenário, em local a ser definido.

TAGS: Música