Composição de friburguense viraliza em SP e vira hit entre professores

Samba-enredo composto por Wilson Bizzar foi usado como hino em protesto na maior cidade do país
sábado, 16 de fevereiro de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Wilson Bizzar: sucesso até em São Paulo
Wilson Bizzar: sucesso até em São Paulo

 

É durante o carnaval que se vê as mais variadas formas de protestos. Seja contra um governo, um político, uma situação, uma lei… Em dias de folia a “brincadeira crítica” costuma tomar corpo de muitas maneiras criativas. Em São Paulo, o samba enredo da Camisa 12, escola de samba do Grupo de Acesso 2, vem fazendo sucesso, principalmente entre os professores. A composição do friburguense Wilson Bizzar viralizou e foi compartilhada em diversos grupos de Whatsapp, sendo tocada, inclusive, em um protesto da classe na capital paulista no último dia 4.

Com o enredo escolhido “Professores: a Camisa 12 orgulhosamente desfila essa homenagem a vocês, mestres da arte de ensinar”, ainda faltava a letra. E ela veio na inspiração do friburguense. “Me formei professor no ano passado e quando vi que o tema da Camisa 12 seria sobre a profissão me interessei e fiquei empenhado a fazer uma composição que fosse escolhida como samba enredo da escola e isso acabou acontecendo”, contou Bizzar.

Sobre a música ter se tornado um hino para os professores, Bizzar afirma que não há resposta melhor para um trabalho feito com dedicação e amor. “Fico feliz com essa repercussão. A composição caiu logo nas graças das pessoas, principalmente dos professores que chegaram a usá-la em um protesto. Espero que traga sorte a escola e também a essa classe trabalhadora que tanto nos enche de orgulho”, disse ele.

 

A letra do samba:

Foi minha mãe

O primeiro acorde do meu pensamento

Que acendeu a luz do meu conhecimento

E me deu forças pra caminhar

E na minha escola de samba

Ondes os mestres são bambas

Aprendi a rir e a chorar

Eu batuquei em defesa da nossa cultura

Pela força e a bravura

Aos heróis do nosso tempo

Que não se entregam jamais

Apesar das injustiças e assédios morais

 

E o salario, oh! “tá doido”

A crueldade é feroz

Podem oprimir e até nos espancar

Mais ninguém vai calar a nossa voz

 

O livro é o seu escudo nessa luta

Pela desinformação virtual

O conhecimento não é informação

É na sala de aula que se muda uma nação

Liberdade por favor salvem o nosso professor

O nosso arquiteto do futuro

Que em cada criança semeou a esperança

E um adulto sonhador

 

Eu quero ter dignidade outra vez

Quero respeito e muito mais amor

Sou camisa 12 e vim aqui pra lhe dizer

Que eu acredito, na força do professor

 

TAGS: Música