Como preparar o churrasco perfeito

Empresários de estabelecimentos especializados em carnes dão dicas
terça-feira, 23 de maio de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Como preparar o churrasco perfeito

Domingo é mais que Dia das Mães: é dia de dar descanso às mães! Que tal os homens da casa assumirem o comando do famoso almoço de domingo e prepararem uma carninha, com uma rica e gostosa farofinha, para agradar esse grande amor da vida inteira? É só pegar as dicas dos chefs friburguenses e... voilá!

Segundo o Rafael do restaurante Showrasquinho Grill & Sushi, é importante, ao escolher uma boa picanha, que ela tenha uma gordura espessa, sem buracos ou falhas, mais ou menos de 1,5cm. Ao fazer na churrasqueira com o espeto, corte a picanha com mais ou menos 5cm e espete pela gordura fazendo com que saia novamente pela gordura.

Ao temperar, use o bom e velho sal grosso. Logo assim que acender a churrasqueira, espere o carvão virar brasa e sempre que puder vá virando para que asse por igual e nunca fique furando a carne para ver se está boa. No final, utilizar uma faca bem afiada, para que o corte saia bem fino. Agora é só aproveitar e se deliciar.

Segundo Rogério do restaurante Rei da Picanha, a dica é uma picanha recheada. Pegue uma picanha inteira, faça um furo na parte de trás da picanha de mais ou menos uns 25cm e acrescente o seguinte recheio: provolone, tomate seco e calabresa, costure a parte de trás e depois tempere com sal grosso. Embrulhe no papel laminado e coloque deixa no forno (a 180Cº)  por 30 min, com a gordura para baixo. Depois retire o papel laminado e deixe por mais 10 a 15 minutos, mantendo a gordura para baixo para que da e está pronto para saborear esse delicioso prato.

A RD Boutique de Carnes traz para você uma dica importante quando se fala de carne moída. Toda carne moída deve ser feita na hora da compra em frente ao consumidor. Assim você terá certeza de estar levando uma carne de qualidade! Ela pode ser de primeira, como o patinho e coxão mole, e ou de segunda, como acém, músculo ou paleta. O que difere estas carnes além do paladar é a textura. Enquanto as de primeira são mais magras, as de segunda tendem a ter mais alto teor de gordura e colágenos, mas ambas têm suas qualidades para preparo idênticas! Por isso, escolha a sua peça para moer na hora e faça um belo prato!

O Pablo, do restaurante Zara Grill Happy Hour, tem uma dica deliciosa sobre kafta, um prato típico da culinária árabe que já caiu no gosto dos brasileiros. E preparar esta delícia árabe é muito fácil! Escolha uma carne de 1ª e magra, sugerimos o patinho. A dica é escolher uma carne que esteja bem vermelha, o que significa que ela está fresca. Peça para moê-la duas vezes. Tempere com cebola picada em cubos, alho triturado, hortelã, cheiro verde, pimenta síria e zathar. Depois de moída e temperada, acrescente à carne um pouco de farinha de rosca para dar liga. E pronto! Agora é só enrolar a kafta e finalizá-la como preferir: chapa, frigideira ou até na churrasqueira.

TAGS: