Ciclista de Friburgo é prata no GP das Montanhas

Equipe da cidade fez total de sete pódios nas 16 categorias. Route MTB é o próximo, em agosto
quarta-feira, 22 de maio de 2019
por Vinicius Gastin (esportes@avozdaserra.com.br)
Pódio masculino teve atleta carioca em primeiro e friburguense na segunda colocação
Pódio masculino teve atleta carioca em primeiro e friburguense na segunda colocação

De Cachoeiras de Macacu até a chegada em Nova Friburgo, muita força, suor e inúmeras pedaladas rumo à glória de completar o percurso. Todos os que conseguiram podem ser declarados vencedores, mas uma dupla de ciclistas do Rio de Janeiro conseguiu superar os demais atletas e conquistar o título da segunda edição do GP das Montanhas Rota 116, promovido no último domingo, 19. A prova teve como percurso um trecho da Serra dos Três Picos na RJ-116 e contou com o apoio das prefeituras de Nova Friburgo e Cachoeiras de Macacu, além da concessionária Rota 116.

Entre os homens, Urwalei Fonesi, do Rio de Janeiro, repetiu o feito do ano passado e faturou o bicampeonato da competição. Dentre os atletas de Nova Friburgo, Isaías de Oliveira Teixeira – vencedor do Montanha Cup 2019 – foi o melhor, conquistando a prata no geral.

Outros destaques foram os títulos de João Carlos Folly, na categoria B2, e de Ricardo Santana, na C2. Ambos vão representar o Brasil no Campeonato Mundial de Ciclismo amador, previsto para acontecer em Poznan, na Polônia, entre os dias 5 e 8 de setembro deste ano.

A equipe de Nova Friburgo, o Montanha Cup Squadra, fez um total de sete pódios nas 16 categorias. Os melhores resultados foram o conquistado por Isaías e a quinta colocação geral de Francisco Antônio Júnior. Já na prova feminina, outra carioca se destacou e ficou com o título geral. Tamara Martins foi mais rápida que as concorrentes e levou para casa o troféu de primeiro lugar.

O GP das Montanhas de Ciclismo fez parte das comemorações pelo aniversário do município, e reuniu dezenas de ciclistas de variadas partes do estado e do país. A largada aconteceu na altura do quilômetro 43 da RJ-116, e a chegada no quiulômetro 65, em Theodoro de Oliveira, num percurso total de 21,73 quilômetros, totalmente asfaltado, desde a base até o topo da serra em Nova Friburgo, com duração máxima de cinco horas.

O percentual médio de inclinação foi de 4%, tornando-se um desafio a mais para os participantes, que ainda encararam uma diferença de elevação de 958 metros.       A prova feminina contou com três categorias: Sub-40, para nascidos de 1980 a 2004 (atletas com idade a partir de 15 anos até 39 anos), Over 40, para nascidas de 1960 à 1979 (atletas com idade de 40 a 59 anos) e Ober 50, para aquelas que nasceram até 1969.

Os homens competiram no Elite, com idade livre; MC 30 (23 até 29 anos), MA1 (30 até 34 anos); MA2 (35 até 39 anos); MB1 (40 até 44 anos); MB2 (45 até 49 anos); MC1 (50 até 54 anos); MC2 (55 até 59 anos); MD1 (60 até 64 anos); MD2 (de 65 anos em diante) e Paradesportivo. Há ainda o MTB Feminino, de categoria livre, e o MTB Masculino, subdividido em Sub 45 (15 a 44 anos) e Over 45 (acima de 45 anos).

Todos os inscritos na edição do GP das Montanhas Rota 116 ganharam um kit com numeral para a bike, camisa do evento e brindes. A premiação contou com medalhas de finisher GP das Montanhas para os atletas que completaram a prova. Os cinco primeiros colocados de cada uma das categorias levaram troféus.

Um dos principais coordenadores da prova é Orlando Miele, responsável pelas principais competições do calendário do ciclismo municipal.

Route MTB é o próximo

Depois dos sucessos do Montanha Cup – com a participação de quase 300 ciclistas – e do GP das Montanhas, o próximo evento confirmado no calendário do ciclismo friburguense é o “Route MTB Fribourg”, no dia 18 de agosto, como parte do calendário oficial de eventos da Festa Suíça. O objetivo da prova é relembrar e celebrar os pioneiros do ciclismo em Nova Friburgo, com largada na Queijaria Suíça, na RJ-130 (Nova Friburgo-Teresópolis), altura de Conquista.

Os competidores podem optar por uma das quatro categorias de mountain bike Maratona XCM, em um percurso total de 60 quilômetros – com direito a três túneis - passando por Dona Mariana, em Sumidouro, retornando à Queijaria Escola.

TAGS: ciclismo