CDL festeja Dia do Comerciante com entrega do Troféu Mérito Lojista

Os homenageados foram Fernando Luiz Sancho e Manoel Wilson Brantes da Rosa
segunda-feira, 27 de julho de 2015
por Jornal A Voz da Serra
O auditório da CDL ficou lotado durante a solenidade (Foto: Divulgação)
O auditório da CDL ficou lotado durante a solenidade (Foto: Divulgação)

Em concorrida solenidade no último sábado, 25, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) celebrou o Dia do Comerciante, transcorrido no dia 16 de julho, com a entrega do troféu Mérito Lojista a dois empresários: Fernando Luiz Sancho, da Relojoaria Lanco, e Manoel Wilson Brantes da Rosa, do Supermercado Cavalo Preto. Para o presidente da CDL, Braulio Rezende, as indicações em 2015 fazem justiça “a dois homens honrados e com bela trajetória pessoal e profissional”. Confira abaixo o perfil dos homenageados.

Fernando Luiz Sancho nasceu em 19 de outubro de 1932, em Miracema. É o mais velho dos seis filhos de Galdino Sancho e Genura Luiz. A família veio para Friburgo quando Fernando tinha um ano de idade. Aos dez anos, o menino já encerava chão, lavava caixas de gordura, vendia cabides de madeiras e coadores de café na rua. Aos 14 anos começou a trabalhar na Ypu como mecânico, onde permaneceu até os 30 anos. Fernando aprendeu a consertar despertadores, tarefa que executava à noite. Os despertadores eram deixados na loja de Osvaldo, marido de sua irmã Marlene. A loja, na Rua Leuenroth, já se chamava Relojoaria Lanco.

 Fernando se tornou sócio de Osvaldo em 1963, e eles passaram a vender joias. Com o falecimento do cunhado, Fernando assumiu o negócio e, em 1968, se transferiu para a Alberto Braune, no mesmo endereço até hoje. Percebendo a necessidade de acompanha as mudanças de mercado, Fernando terceirizou a revelação de fotos, vendeu aparelhos de som, walkman, entre outros artigos. Em maio de 1999, abriu filial no Cadima Shopping. Hoje, aos 82 anos, permanece ativo à frente dos negócios.

Manoel Wilson Brantes da Rosa nasceu em 3 de junho de 1945, em Teresópolis. Filho de José Antônio da Rosa e Regina Maria Brantes da Rosa, Wilson veio para Friburgo com três anos de idade. Além dele, o casal teve mais sete filhos. Ao chegar a Friburgo Manoel foi morar no Córrego Dantas, num sítio da família da mãe. O pai já lidava com distribuição de cereais. A garagem do caminhão foi transformada em um mercadinho, onde Manoel Wilson vendia legumes, verduras e carne de porco. A família abriu depois lojas em Venda do Alto, na Rua Monte Líbano e na Av. Euterpe (ao lado do Grêmio Português), até o pai comprar um terreno para construir um armazém.

Manoel Wilson já colaborava com os negócios desde os oito anos, atendendo clientes. Hoje, junto com Vancler, é responsável pelo atacado do Cavalo Preto, que há 37 anos encontra-se no atual endereço. Chega ao supermercado diariamente às 8h e só sai após as 20h. Nos fins de semana, viaja para uma fazenda na RJ-148. Há muitos anos, Manoel Wilson contribui com a Casa dos Pobres São Vicente de Paulo, que visita todas as semanas.

 

TAGS: CDL | Troféu Mérito Lojista | 2015