CDL e Sincomércio homenageiam comandante-geral do Corpo de Bombeiros

Coronel Roberto Robadey recebeu placa comemorativa do presidente das entidades, Braulio Rezende
terça-feira, 25 de setembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Braulio Rezende, presidente da CDL e do Sincomércio homenageou o comandante Robadey com uma placa durante solenidade
Braulio Rezende, presidente da CDL e do Sincomércio homenageou o comandante Robadey com uma placa durante solenidade

Uma homenagem justa e bela. Foi a opinião unânime de autoridades, convidados e diretores da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio) de Nova Friburgo que compareceram à cerimônia realizada na semana passada, na sede das entidades, para entrega de condecoração ao comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) e secretário estadual de Defesa Civil, coronel Roberto Robadey Costa Júnior.

De acordo com o presidente da CDL e do Sincomércio, Braulio Rezende, o comandante Robadey tem importantes serviços prestados ao município e ao estado, além de uma trajetória profissional “sem uma mancha sequer”. Ele comentou que Nova Friburgo guarda uma dívida enorme com o coronel Robadey pelo seu desempenho na tragédia climática de 2011, quando, exercendo o cargo de coordenador da Defesa Civil municipal, “enfrentou sol, chuva e lama para salvar vidas”.

“Robadey é um exemplo de servidor público que trabalha unicamente em benefício da população. Esta reunião hoje se faz em reconhecimento à sua pessoa”, declarou Braulio Rezende. Apesar de ter nascido no município vizinho de Cantagalo, Roberto Robadey estudou em Nova Friburgo e se destacou como oficial, subcomandante e comandante do 6º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), de Friburgo, e que abrange parte do Centro-Norte fluminense.

O homenageado pela CDL e o Sincomércio está há 32 anos no Corpo de Bombeiros, onde ingressou por concurso como primeiro colocado, e atuou também na Defesa Civil de vários municípios, na Escola de Formação de Oficiais, no Departamento Geral de Administração do Estado e na Secretaria estadual de Saúde, entre outros. Seu currículo soma 23 prêmios, como a Medalha Força e Coragem, pelo atendimento às vítimas do desastre de 2011.

Depois de receber uma placa das mãos de Braulio Rezende, o coronel Robadey se confessou feliz e emocionado com a deferência da CDL e do Sincomércio e com a presença de amigos no evento.

“Não tenho palavras para agradecer essa homenagem. Só executei o meu trabalho, com amor e orgulho. Repito agora o lema da nossa academia: ‘Aqui se aprende a comandar heróis’. É o que faço”, acentuou ele, acompanhado na solenidade da esposa, Fabíola, e da sogra, Heloísa.

O comandante-geral comentou ainda sobre a situação atual do Corpo de Bombeiros e as iniciativas que vem tomando à frente da corporação, classificada por ele como “a melhor do Brasil”. Citou números de socorro a acidentes de trânsito, incêndios, recursos investidos, e revelou que no momento se dedica à interiorização do Grupamento de Operações Aéreas, com objetivo de ampliar os voos para captação de órgãos humanos para transplantes.

“Estamos brigando ainda para trazer para o Corpo de Bombeiros o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A população do Rio de Janeiro tem direito de dispor, nas ambulâncias, da boa assistência dos bombeiros”, acrescentou.

Além de diretores da CDL e do Sincomércio, participaram da solenidade o prefeito Renato Bravo; o presidente da Câmara Municipal, Alexandre Cruz; o comandante do 6º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), tenente-coronel Alexandre Correia Pitaluga; o comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Eduardo Vaz Castelano; o secretário de Defesa Civil do município, tenente-coronel João Paulo Mori; o secretário de Governo de Nova Friburgo, Gilberto Salarini e seu subsecretário, Wilton Neves; o presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (Acianf), Júlio Cordeiro; a tenente Genaína, representando o diretor do Sanatório Naval, capitão de fragata José Roberto Corrêa Macedo; e a major Michelle, chefe de gabinete do coronel Robadey.

TAGS: