Campanha de renegociação de dívidas começa segunda-feira

"Seu Nome Limpo" acontecerá ao longo de outubro para tentar reduzir os altos índices de inadimplência em Friburgo: 38 mil consumidores
sexta-feira, 29 de setembro de 2017
por Karine Knust
Campanha de renegociação de dívidas começa segunda-feira

Da próxima segunda-feira, 2, até  31 de outubro, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio) de Nova Friburgo promovem a campanha “Seu Nome Limpo”. A ação de renegociação de dívidas visa a incentivar os consumidores friburguenses a negociar seus débitos e, assim, reduzir a inadimplência no município, que atinge mais de 25% da população adulta.

De acordo com um levantamento divulgado com exclusividade por A VOZ DA SERRA em sua edição do últimos dias 2 a 4, pelo menos, 38 mil consumidores de Nova Friburgo estão negativados junto ao cadastro do Sistema de Proteção ao Crédito (SPC) e do Serasa, o que soma uma dívida de mais de R$ 16 milhões. Os dados são referentes apenas a pessoas físicas, ou seja, ao consumidor comum, e são relativos tanto a dívidas com o comércio e os bancos.

Com base nessas informações, a campanha “Seu Nome Limpo” terá a participação de estabelecimentos associadas à CDL e ao Sincomércio e agências bancárias. A intenção, de acordo com o presidente da CDL e do Sincomércio, Braulio Rezende (foto), é que os consumidores acertem seus débitos para poder voltar a fazer compras a crédito no fim de ano.

“São números altos, que nos preocupam muito. Então organizamos a campanha pensando em ajudar essas pessoas a limparem seus nomes, o que, consequentemente, contribuirá para aumentar as vendas do comércio de Nova Friburgo no Natal”, destaca ele.

Adesão

Ainda de acordo com Braulio Rezende, os participantes terão liberdade para negociar com os consumidores, mas precisam se comprometer a diminuir os juros e estabelecer condições favoráveis para a quitação dos débitos em atraso. As lojas e demais estabelecimentos que vão participar da campanha serão identificados por adesivos. As agências bancárias prestarão atendimento especial aos clientes inadimplentes durante todo o mês que vem e, na semana de 16 a 20 de outubro, vão realizar um mutirão de renegociação.

O presidente da CDL e do Sincomércio acentua que a inadimplência prejudica consumidores, lojas, bancos e a economia do município. Por isso ele defende que todas as empresas do comércio se juntem à iniciativa. “Ainda dá tempo de as lojas aderirem. Quanto mais participantes tivermos, mais forte será nossa campanha. Sempre que nos unimos, alcançamos resultados melhores”, enfatiza Braulio.

“Quem tem mais de uma dívida deve começar o pagamento por aquelas que têm capacidade de pagar. Uma boa dica, que também está prevista em lei quando se trata de bancos, é não se comprometer com negociações que excedam o teto de 30% do salário. Não adianta querer pagar parcelas pesadas para se livrar rápido do problema se não terá condições de arcar com elas. Mantenha a calma e negocie dívida por dívida. Negociar é honesto”, aconselha o economista Renato Cortes.

 

TAGS: comércio