Calçadas de Friburgo serão padronizadas

Manual que cria regras de acessibilidade será apresentado à população
quarta-feira, 23 de outubro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Calçadas de Friburgo serão padronizadas

Nova Friburgo está bem perto de ganhar um documento que vai criar regras para que futuras obras sejam feitas com pensamento na acessibilidade e mobilidade urbana das pessoas. Desde  2010 , o programa Calçada Acessível, elaborado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), tem se relacionado com os governos municipais a fim de conscientizar as entidades públicas e população sobre a padronização e promoção da acessibilidade nas calçadas.

Em muitos casos andar pelas calçadas das cidades é um verdadeiro desafio, uma prova de obstáculos. Formatos e alturas diferentes, rampas desniveladas e postes bem no meio da passagem são situações comuns e que prejudicam o ir e vir das pessoas.

O manual do projeto Calçada Legal, desenvolvido pela Prefeitura de Nova Friburgo, em parceria com a Firjan e a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), teve sua primeira versão apresentada no último dia 17 aos servidores e técnicos do município pelo subsecretário de Convênios da Prefeitura de Nova Friburgo, André Gomes e o arquiteto Luiz Gustavo Guimarães, técnico da Firjan, responsável pela implantação do projeto (foto). 

Focado em normas já existentes, mas levando em consideração as peculiaridades de Nova Friburgo, o manual criará regras para a construção de calçada e determinará sobre a textura dos pisos, largura máxima e mínima do passeio, inclinação e local adequado para instalação de rampas de acesso, faixas de pedestres, uso de pisos táteis, canteiros, entre outros. O projeto ainda será apresentado à sociedade civil afim de colher opiniões, críticas e sugestões para a formatação do guia. 

A partir de sua publicação o documento servirá ainda para orientar obras públicas e particulares exigindo que os projetos de engenharia e arquitetura sigam as regras de acessibilidade e proporcionem condições de uso para todas as pessoas, incluindo àquelas com mobilidade reduzida, pessoas com deficiência, idosos, grávidas, entre outros casos.

Para o secretário André Gomes, o município se beneficiará com uma nova cultura de conscientização sobre a acessibilidade. “Friburgo vai ganhar uma legislação específica garantindo o direito de ir e vir da população. Estamos trabalhando num decreto formalizando o Manual do Calçada Legal como guia para a execução de obras na cidade, pensando no bem-estar do cidadão e tratando o planejamento como uma política pública de estado”, garantiu o subsecretário.

O Manual da Calçada Legal vai impactar diretamente a vida dos moradores e também dos visitantes de Nova Friburgo, um dos grandes destinos turísticos do interior do Rio. “Cada município tem suas características e, por isso, o manual é um trabalho individual que traz as regras universais de acessibilidade e interpõe sobre as questões locais. Mas é importante destacar que o objetivo é criar uma cidade acessível para todas as pessoas”, destacou Guimarães.

O presidente da representação regional da Firjan no Centro-Norte Fluminense, Carlos Eduardo de Lima (foto), afirma que o projeto deixará um legado para futuras gerações: “Há muito tempo as calçadas da nossa cidade estão sem padrão, longe das mínimas condições de acessibilidade. A regulamentação fará com que todas as novas obras se enquadrem na cartilha e dará segurança para quem utiliza estes espaços públicos, como os idosos, principais vítimas dos acidentes urbanos”, destacou.

A importância da padronização

Assim como em outros municípios, a manutenção das calçadas em Nova Friburgo é de responsabilidade de cada morador e, isso, segundo o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil (Sinduscon-CN), Gustavo Sarruf (foto), dá margem para que cada um execute a obra da forma que acha melhor.

“O morador pensa que está fazendo o bem para o pedestre, mas muitas vezes ele não tem o conhecimento e as devidas informações sobre acessibilidade. Com este manual a prefeitura poderá conscientizar a população sobre as regras de construção e fiscalizar se as exigências estão sendo respeitadas”, destacou Sarruf.

Após a finalização do manual, o documento deverá ser lançado pela Prefeitura de Nova Friburgo e ganhará espaço no site oficial do município onde poderá ser consultado livremente.

 

TAGS: obra