A bruxa tá solta: popularidade do Halloween cresce entre friburguenses

Tradicional festa americana, Dia das Bruxas movimenta comércio de acessórios, festas e aluguel de fantasias
segunda-feira, 30 de outubro de 2017
por Dayane Emrich
Adivinhe quem são? O vice-prefeito Marcelo Braune e Vanessa Moraes fantasiados para a festa de Halloween
Adivinhe quem são? O vice-prefeito Marcelo Braune e Vanessa Moraes fantasiados para a festa de Halloween

Nesta terça-feira, 31, é comemorado o Halloween. Mais conhecido no Brasil como o Dia das Bruxas, a festa, comum nos países de língua inglesa, principalmente nos Estados Unidos, tem se tornado cada vez mais popular entre os brasileiros. Em Nova Friburgo, não é diferente. Além de abóboras, aranhas e morcegos para compor as decorações, a procura por  fantasias e acessórios vem movimentando o comércio da cidade.

De acordo com a gerente de uma loja de fantasias e adereços no Centro Nathalia Haddad, a procura por peças para a celebração do haloween aumenta a cada ano. “Não é uma festa como o carnaval ou as tradicionais juninas e julinas, mas está ganhando espaço no calendário dos brasileiros. Aqui em Friburgo, por conta das festas com essa temática, tivemos um aumento de 5% nas vendas em relação ao ano passado e acredito que a tendência é aumentar ainda mais nos próximos anos”, afirmou.

Segundo Nathalia, entre as fantasias mais pedidas estão: mulher gato, diabinha e a personagem Arlequina, inimiga do Batman. “Os homens são um pouco mais discretos e optam pelos mais tradicionais, como vampiro, capas e máscaras”, explicou.

Inspiração não falta. E as filhas gêmeas da estilista e DJ Erica van Erven capricharam (foto).

Com um trabalho diferenciado, o proprietário de um camarim temático no bairro Ponte da saudade, Ricco Lima, conta que a data é uma das melhores para o seu negócio, ficando atrás apenas do carnaval. “As vendas são puxadas pelas escolas de idiomas, escolas infantis e pelas próprias festas que comemoram o dia. Eu trabalho com looks personalizados e monto na hora a fantasia do cliente. Nunca sai uma fantasia igual a outra”, revela acrescentando que: “Nas últimas semanas preparei fantasias de bruxa, vampiro, Medusa, Malévola e até daquela boneca Annabelle. Para os homens as que mais saem são de drácula e chapeleiro maluco”, disse.

Entre os consumidores que fomentam o comércio está a estudante de psicologia Maria Carolina Figueira, de 22 anos. Frequentadora assídua de festas, ela foi às compras em busca de adereços para se vestir de vampira. “Sou fã do haloween e, assim como outras datas, acho que o que vale é entrar na brincadeira e se divertir. Vou fazer uma make bem diferente e garantir muitas fotos legais”, afirma.  

Além do último fim de semana, que foi de comemorações em clubes, boates e em festas particulares, a continuação no movimento nas vendas é esperada ao longo de toda essa semana, quando ocorrem novas festas. “Ainda temos muitas fantasias e itens decorativos. Estamos preparados para atender o público”, afirma Nathalia Haddad.

 

TAGS: