Augusto Spinelli deve ganhar "traffic calming" no início do ano

Leitor reclama de dificuldade e risco na travessia junto ao Colégio Nossa Senhora das Dores
quinta-feira, 12 de dezembro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
O perigoso cruzamento da Rua Augusto Spinelli com Monsenhor Miranda (Foto de leitor)
O perigoso cruzamento da Rua Augusto Spinelli com Monsenhor Miranda (Foto de leitor)

O cruzamento da Rua Augusto Spinelli com a Rua Monsenhor Miranda, junto ao Colégio Nossa Senhora das Dores,  no Centro, deverá ser um dos próximos locais de Nova Friburgo a ganhar um "traffic calming" (passarela de pedestres elevada) já no início de 2020. A informação foi dada pela prefeitura em resposta à reclamação de um leitor de A VOZ DA SERRA, morador das proximidades.

Segundo ele, desde que a mão dupla foi adotada na Augusto Spinelli, a travessia da Monsenhor Miranda se tornou um perigo. "Os veículos passam em alta velocidade e não respeitam a faixa de pedestres. Já ocorreram algumas colisões, e atropelamentos quase já aconteceram. Os moradores da Monsenhor Miranda e os alunos do Colégio Nossa Senhora das Dores estão correndo risco de vida ao se aventurarem ao atravessar a rua", escreveu.

A prefeitura informou que está no planejamento da Secretaria de Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu)  a instalação de um "traffic calming" no local no início de 2020.

Esse tipo de redutor de velocidade faz parte das ações da prefeitura para dar mais facilidade e segurança nas travessias e, consequentemente, inibir o excesso de velocidade em Friburgo, desde abril de 2018. Só na General Osório, rua que concentra diversas escolas, clínicas médicas e hospitais já foram instalados quatro "traffic calmings" (foto). A Avenida Conselheiro Julius Arp também tem duas faixas de pedestres elevadas. A Avenida Euterpe Friburguense também está nos planos da prefeitura. Olaria também já foi contemplada.

As faixas "traffic calming" são construídas ligeiramente acima do nível do pavimento da via, na altura da calçada, e ocupam toda a largura das faixas de rolamento. Além de ser menos prejudicial para o sistema de suspensão do veículo, o redutor proporciona mais facilidade e segurança para travessia de crianças, idosos e portadores de necessidades especiais.

 

TAGS: Trânsito