Após matéria, Prefeitura realiza ação junto a moradores de rua na Praça Dermeval

Problema também pode ser visto em outros pontos da cidade
sexta-feira, 14 de agosto de 2015
por Jornal A Voz da Serra

A presença de moradores de rua em pontos tradicionais de Nova Friburgo é um problema recorrente que já foi abordado em diversas matérias publicadas por A VOZ DA SERRA. A mais recente delas foi destaque na edição do último dia 11 e expressava o descontentamento da comunidade com a ocupação indevida dos jardins da Praça Dermeval Barbosa Moreira por um grupo de moradores de rua. O texto destacava que a população também pode contribuir no combate ao problema, denunciando os casos de pessoas em situação de vulnerabilidade social ao Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) ou Secretaria de Política sobre Drogas, pelos telefones (22) 2543-6305 e (22) 2543-6303, respectivamente.

Dois dias após a publicação, a Prefeitura de Nova Friburgo realizou na referida praça uma ação de abordagem à população em situação de rua coordenada pela Secretaria de Políticas sobre Drogas. Segundo nota enviada pela assessoria de imprensa da Prefeitura, a iniciativa atendeu a uma denúncia relatando situação de baderna no local, com pessoas fazendo uso de álcool e com atitudes obscenas.

Ainda de acordo com a nota, dois guardas municipais e um integrante do Creas participaram da ação, que abordou 12 pessoas em situação de rua e seguiu o Protocolo Intersetorial de Acolhimento em Casos de Uso Abusivo de Álcool e Drogas, implementado no último dia 10. Das 12 pessoas, seis foram encaminhadas aos municípios de origem e uma levada para avaliação da equipe especializada em álcool e drogas da Secretaria Municipal de Saúde.

Outrora típico dos grandes centros, o problema dos moradores de rua é cada vez mais comum em alguns pontos do município como no centro da cidade. Além da Praça Dermeval, locais como o Largo do Encontro na Avenida Comte Bittencourt, o coreto da Praça Getúlio Vargas, a Praça do Suspiro e até a calçada da Avenida Alberto Braune têm servido de ponto de encontro e de dormitório. Apesar do frio típico deste período do ano, é possível ver pessoas deitadas nesses locais, alheias ao fato de estarem em espaço público.

Foto da galeria
O Largo do Encontro é outro local que concentra moradores de rua (Foto: Lúcio Cesar Pereira)
TAGS: moradores de rua prefeitura | Centro