Após apelo de famílias, DER vai instalar sinal de trânsito em trecho da RJ-130

Creche pública fica às margens da rodovia e velocidade dos veículos preocupa pais. “Colégios e hospitais são prioridades”, informou o órgão
sexta-feira, 02 de agosto de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Mãe conduz o filho, aluno da creche, às margens da rodovia (Fotos: Henrique Pinheiro)
Mãe conduz o filho, aluno da creche, às margens da rodovia (Fotos: Henrique Pinheiro)

Insegurança. Esse é o sentimento de muitas mães que deixam seus filhos no Centro Municipal de Educação Infantil Maria Inês Andrade Bachini, em Córrego Dantas. “A escola é ótima”, garantem. O problema é o entorno, por conta da proximidade com a RJ-130 (Nova Friburgo-Teresópolis). A creche pública fica às margens da rodovia estadual e, segundo relatos, muitos motoristas passam pelo local em alta velocidade.

 “Já presenciamos um acidente aqui e por isso estou com medo de trazer minha filha para escola. Um dia houve um capotamento na estrada e o carro invadiu o acostamento da rodovia, onde as mães caminham com seus filhos na ida e na volta da creche. O último carro que se acidentou aqui veio parar na grade perto da escola, às 7h, horário de entrada do turno da manhã, quando sempre tem movimento de crianças na estrada. Tenho que fazer um trajeto a pé e às vezes estou com minha outra filha no colo. Corremos perigo todo dia”, disse Vívan Vilarino, que está a frente do movimento que pede mais segurança naquele trecho devido a localização da creche municipal.

Vívian apela ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER) para instalar equipamentos que forcem ao motorista reduzir a velocidade no trecho em que a creche está funcionando provisoriamente. “A prefeitura comprou um terreno ns imediações para construir a sede definitiva da creche, mas até a obra ficar pronta queremos garantias de segurança. O DER instalou uma placa estipulando em 40km/h o limite máximo de velocidade no trecho da creche, mas não adianta. Os motoristas passam ‘quentes’ por aqui. É preciso um quebra molas, um sinal de trânsito, um radar, algo que eles se sintam obrigados a reduzir a velocidade”, pediu.

Segundo Vivian, em 2017 a diretora da creche na época entregou um ofício ao DER alertando sobre o perigos. “A diretora atual, no início do ano, também enviou outro ofício com imagens reforçando o aviso”. Durante a semana o DER informou que não recebeu nenhuma notificação sobre o problema para fazer uma avaliação junto a equipe técnica.

O que diz o DER 

O DER informou por meio de nota que vai realizar um estudo técnico para viabilizar a instalação de um sinal de trânsito com registro de avanço no local por câmeras de monitoramento, além da pintura da faixa de pedestre, em frente à creche. “Colégios e hospitais são prioridades para o DER”, diz trecho da mensagem.

Ainda de acordo a nota, a implantação de sinalização horizontal e vertical depende de estudos que levam em consideração muitos fatores, principalmente a segurança da população. “Um radar instalado em um ponto inadequado, por exemplo, também pode causar acidentes. No caso da creche do Córrego Dantas, ela fica localizada bem em meio a uma curva, o que deve ser analisado com mais cautela. Vamos estudar o pedido e a melhor solução o mais rápido possível, de forma responsável. Vale lembrar, mais uma vez, que a equipe do DER já  reforçou a sinalização vertical perto da escola, colocando placas de orientação”, informa a nota.   

 

TAGS: Trânsito | obra